Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Segundo estimativa da OMS, a cada 5 segundos alguém perde a visão no mundo

 

 

 

Imagem de JL G [Pixabay ]

Por Gabriel Silva [HSI]

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a cegueira atinge cerca de 39 milhões de pessoas ao redor do mundo. A estimativa é que a cada 5 segundos, alguém perde totalmente a visão. De acordo com o Dr. Rodrigo Thiesen Muller, Médico Oftalmologista Chefe do Serviço de Transplantes de Córneas do Hospital Santa Isabel, 80% desses casos poderiam ser evitados. “É muito importante cuidarmos da saúde ocular com avaliações periódicas. A consulta com o médico oftalmologista não tem o objetivo de apenas avaliar o grau dos óculos que a pessoa precisa usar. São inúmeras as doenças que podem causar problemas na visão se não identificadas precocemente”, explica o especialista.

 

Dr. Rodrigo Thiesen Muller, Médico Oftalmologista Chefe do Serviço de Transplantes de Córneas do Hospital Santa Isabel

 

A principais causas de cegueira são no Brasil e no mundo são: catarata, glaucoma, retinoapatia diabética, degeneração retiniana relacionada a idade (DMRI) e alterações corneanas. O exame com o oftalmologista pode evitar que estas doenças se tornem mais graves. Portanto, a visita ao oftalmologista é importante mesmo que a pessoa esteja enxergando bem. O dia 10 de julho é considerado o Dia da Saúde Ocular.

 

Problemas oculares podem ser hereditários?

Pessoas com histórico familiar de doença oftalmológica devem redobrar os cuidados preventivos. Importantes causas de baixa visual podem ter caráter hereditário e o diagnóstico precoce aumenta as taxas de sucesso no tratamento. Entre as doenças oftalmológicas que podem ter características hereditárias destacam-se:

Glaucoma: o aumento da pressão dentro do olho causa lesão no nervo óptico e, consequentemente, redução progressiva do campo de visão. O glaucoma é a principal causa de cegueira irreversível no mundo!

Degeneração Macular relacionada a idade (DMRI): danos em camadas retinianas levam perda progressiva da visão. O DMRI é a principal causa de cegueira em pessoas com mais de 50 anos.

Ceratocone: alteração na curvatura da córnea levando a perda progressiva da qualidade visual. Os primeiros indícios de ceratocone podem ser no final da infância, adolescência ou jovem/adulto.

Ametropias (miopia, hipermetropia ou astigmatismo): podem ser transmitidas de pais para filho. O uso correto de óculos é muitas vezes a melhor alternativa de tratamento nesses casos.

 

Como detectar problemas de visão em crianças?

“A nossa visão se desenvolve ao longo da infância, alcançando a maturidade por volta dos cinco anos de idade. Por isso, é muito importante que eventuais problemas de visão sejam tratados o quanto antes”, alerta o Dr. Rodrigo. Segundo a Associação Americana de Oftalmologia Pediátrica, o primeiro exame oftalmológico deve ser feito logo ao nascer, aos seis meses, dois anos, quatro anos, seis anos e anualmente após esta. A principal patologia a ser combatida na infância é a ambliopia (popularmente conhecida como olho preguiçoso), que pode levar à baixa visual se não tratada precocemente.

Cuidados com a visão em tempos de pandemia

Evitar tocar os olhos é um dos fatores importantes para a não contaminação. “O ato de coçar os olhos, além de ser prejudicial pela pressão exercida e pelo trauma físico nas frágeis estruturas oculares, pode também carrear impurezas e até mesmo microrganismos causadores de doenças”, explica o Médico Oftalmologista. A limpeza palpebral, dos cílios e dos cantos dos olhos pode ser feita diariamente com as mãos limpas utilizando água corrente. Se a sensação de coceira persistir, procure um médico oftalmologista para verificar a necessidade de tratamento específico.

Tags

Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

Top