sábado, 27 novembro 2021
InícioBairrosCentroO casarão azul e seus vizinhos

O casarão azul e seus vizinhos

Casarao-Azul-R-XV-Novembro_26-3-15_01

Fotos: Soni Robinson Witte

O estilo de construção do prédio já mostra que ele tem muita história. Conhecido como o casarão azul, ele está localizado ao lado da Câmara de Vereadores de Blumenau, e foi construído por volta da década de 1890.

Na época, moravam o casal Louis e Agnes Sachtleben, que tinham um dos principais pontos comerciais de Blumenau, com sua loja de secos e molhados, vendendo produtos locais e importados. No período em que o Rio Itajaí-Açu era uma essencial via de transporte de mercadorias, estar na frente do porto, era uma vantagem tremenda.

Casarao-Azul-R-XV-Novembro_26-3-15_03

Casarao-Azul-R-XV-Novembro_26-3-15_04

Mas esse local tão importante, que já foi o suntuoso Café de Berlim na década de 1980, mais tarde virou danceteria, e agora vive o drama do esquecimento. Hoje o prédio é tombado pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Santa Catarina. Apesar de ser uma propriedade particular, qualquer coisa que vá se mexer no prédio, tem que ser aprovado pelo órgão. E vocês devem imaginar o que é lidar com burocracia.

Casarao-Azul-R-XV-Novembro_26-3-15_02

O que chamou a atenção mesmo do prédio que ocupa o número 41 da Rua XV de Novembro, foi esse arbusto nascendo entre ele e a Câmara de Vereadores. Quem viu e registrou foi o Soni Robinson Witte, que passava pelo local.

Depois, ele clicou um dos símbolos do poder na cidade, que é onde se fazem as leis municipais. Na frente, um esqueleto que a justiça e suas intermináveis possibilidades de recursos, tiram um pouco da beleza do centro histórico. Será que um dia o assunto se resolve?

Camara-Vereadores_26-3-15_01

Ed_America_26-3-15

Claus Jensenhttp://www.oblumenauense.com.br
Trabalhei com publicidade há mais de 30 anos, fiz teatro durante 8, apresentei programa de televisão outros 5 e sou blogueiro desde 2007. Mas minha maior paixão é a família, e claro, essa fascinante Blumenau.

MAIS LIDAS