domingo, 18 abril 2021
Início Economia Vereadores participam de Seminário sobre Ferrovia da Integração

Vereadores participam de Seminário sobre Ferrovia da Integração

Câmara de Vereadores - Ferrovia

Os vereadores de Blumenau participaram na tarde de quinta-feira (7) do seminário Sul Brasileiro de Ferrovias e Desenvolvimento, realizado na Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), em Florianópolis. Integraram a comitiva o presidente da Câmara, Vanderlei de Oliveira (PT), os vereadores Célio Dias (PR), Maurício Goll (PSDB), Beto Tribess (PMDB), Oldemar Becker (PPS) e representantes da Comissão Pró-Ferrovias do Vale do Itajaí (CPF Vale).

O evento discutiu informações sobre a Ferrovia da Integração, conhecida como “Ferrovia do Frango”. Também estiveram presentes os deputados federais Fernando Marroni (PT), Pedro Uczai (PT) e os estaduais Raul Carrion (PCdoB) e Dirceu Dresch (PT), além de lideranças empresariais de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul.

Segundo o presidente da Câmara, Vanderlei de Oliveira (PT), a presença da comitiva no evento serviu para ratificar o interesse dos municípios do Vale do Itajaí na Ferrovia. “A obra será de fundamental importância, pois permitirá a circulação das riquezas que o Estado produz e necessita”, constatou.

Vanderlei também comentou sobre o motivo da dificuldade para o andamento do projeto. “O Tribunal de Contas da União (TCU) está analisando o processo de um advogado catarinense que está atrapalhando o avanço do projeto”, explicou.

Já sobre uma possível disputa de projetos entre o Vale, Planalto e Norte catarinenses, o presidente disse que acha legítimo que outras regiões também queiram a ampliação da ferrovia, mas destacou que são projetos distintos.

O vereador Beto Tribess (PMDB) classificou como importante o seminário porque oportunizou aos líderes políticos e empresariais do Vale do Itajaí participarem do debate sobre o melhor traçado da ferrovia. “Nós voltamos a defender o projeto original, que passa pela nossa região. A ferrovia vai tirar o trânsito pesado da BR-470, melhorar o escoamento da produção agrícola e industrial, principalmente, para o extremo Oeste do Estado e até para o Chile, e contribuir com o desenvolvimento da região”, afirmou o vice-presidente da Câmara, apostando que a ferrovia vai aumentar muito a movimentação nos portos de Itajaí e Navegantes.

Já o vereador Célio Dias (PR) citou a fluidez do trânsito na BR-470 como um dos pontos positivos da ferrovia e avaliou a reunião como um momento de integração. “Santa Catarina, por meio dos deputados estaduais e demais lideranças, está unindo esforços para fazer com que a obra seja realizada”, comentou.

Para o vereador Maurício Goll (PSDB), o debate é de fundamental importância para Blumenau e região, pois a obra trará mais mobilidade, segurança e facilidade no transporte de grãos e produtos para o exterior e também dentro do Estado. “Blumenau exporta grãos e outros produtos. Com essa ferrovia, o transporte será mais rápido para o agricultor também” observou.

O vereador Oldemar Becker (PPS) também destacou a questão da melhoria no trânsito com a possível instalação da Ferrovia. “Esperamos que o projeto contemple nossa região para que o trânsito possa fluir melhor e tanto as empresas quanto os comerciantes se beneficiem com o deslocamento de produtos com mais rapidez e facilidade”.

Traçado

Em março, Vanderlei participou da reunião que discutiu as questões relativas aos traçados férreos em Santa Catarina também na sede da Federação das Indústrias, em Florianópolis. Proposto pela Frente Parlamentar Mista das Ferrovias e pelo Fórum Parlamentar Catarinense, o encontro foi considerado o mais importante para tratar do sistema ferroviário em Santa Catarina. O evento reuniu diretores do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), da Fiesc, das Associações Empresariais do Estado, da Valec Engenharia, Construções e Ferrovias, da Empresa de Planejamento e Logística e autoridades estaduais.

Fonte: Assessoria de Imprensa | Foto: Presidência da Câmara

Avatar
O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS