domingo, 9 maio 2021
Início Eventos Vários atletas irão atravessar as Ilhas Itacolomi sobre uma fita em Balneário...

Vários atletas irão atravessar as Ilhas Itacolomi sobre uma fita em Balneário Piçarras (SC)

 

 

 

 

Por Felipe Franco, com fotos da Guarda Filmes

Dez atletas estão escalados para um desafio de muita adrenalina. No Oceano Atlântico e a cerca de 6 quilômetros da costa, eles irão atravessar as Ilhas Itacolomi sobre uma fita de apenas 2,5 centímetros numa distância estimada de 55 metros – isso a 35 metros de altura. Trata-se do 2º Desafio Highline de Balneário Piçarras, o único no Brasil realizada entre duas ilhas no alto mar, e que acontece no próximo dia 16.

 

 

“A novidade desta edição é que também teremos a participação das mulheres. Contaremos com 4 mulheres nessa travessia e 6 homens. É um desafio que exige muita técnica e concentração”, explica um dos organizadores do evento, o atleta local Henrique Pereira. O atleta Rafael Bridi, que recentemente fez uma travessia Highline na ponte Hercílio Luz, é presença confirmada.

“É um atleta de gabarito internacional e idealizador de grandes projetos, como o realizado na ponte da capital catarinense”, reforçou Henrique. O evento será transmitido ao vivo pelo Instagram do perfil @slackpicarras. Mas, quem quiser, pode conferir de pertinho: a escuna Vó Nica que fará a saída às 9h30 para um passeio até lá. O valor é de R$ 45 por pessoa.

“Balneário Piçarras vem se consolidando como um polo do Slackline. O Highline é uma vertente mais intensa do esporte e que coloca nossa cidade no cenário dos esportes radicais”, enalteceu a secretária de Turismo, Susan Corrêa. Henrique, que se machucou dias antes da primeira edição, também vai realizar o desafio: “Então estou em uma grande expectativa”.

 

 

CUNHO AMBIENTAL E RECONHECIMENTO LOCAL

Antes da travessia, os atletas irão promover uma ação de coleta de lixo marinho nas Ilhas Itacolomi. “O evento deste ano será voltado a conscientização ambiental fazendo uma limpeza dos rejeitos que acabam se acumulando por lá”, adiantou Henrique. Aproveitando a linha ambiental, um documentário será gravado. O geólogo, Edir Edemir Arioli, e pescador nativo, Marzo Brandino Pereira, irão contar histórias incríveis sobre a importância da preservação.

 

O que é highline?

Conseguir se equilibrar em uma fita presa pelas pontas a muitos metros de altura do chão é basicamente o resumo do que é o highline. A modalidade é uma versão do slackline (linha folgada), mas que segue princípios de segurança, onde é montado um sistema que não dá brecha para falhas, essa prática que surgiu por volta da década de 1980, quando escaladores que frequentavam o Parque Yosemite nos Estados Unidos, esperando por uma janela climática, resolviam andar sob uma das cercas de correntes do parque.

Avatar
O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS