quarta-feira, 1 dezembro 2021
InícioGeralSAMU tem 18 novas viaturas de suporte avançado, uma delas virá para...

SAMU tem 18 novas viaturas de suporte avançado, uma delas virá para Blumenau

 

 

 

No primeiro semestre de 2019, foram registradas mais de 170 mil ocorrências, das quais 80 mil precisaram de deslocamento de ambulância. Na manhã desta sexta-feira (19/07/19), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Santa Catarina passou a contar com 18 novos veículos, o que representa a renovação de cerca de 80% da frota de suporte avançado. O ato de entrega aconteceu no Centro de Ensino do Bombeiro Militar, em Florianópolis, com presença do governador Carlos Moisés.

Blumenau está entre as cidades que contarão com novos veículos. Os outros irão para  Araranguá, Caçador, Canoinhas, Chapecó, Criciúma, Curitibanos, Florianópolis, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joinville, Lages, Mafra, Palhoça, Rio do Sul, São Joaquim, São José e São Miguel do Oeste. O investimento em cada ambulância foi de aproximadamente R$ 199 mil, totalizando cerca de R$ 3,3 milhões.

A quantidade de unidades adquiridas e a isenção de ICMS, colaboraram para reduzir o custo de cada veículo, o que seria mais difícil se o processo fosse realizado por cada município. Os recursos vieram de emendas parlamentares dos deputados Rogério Mendonça e Carmen Zanotto, além de uma destinação por iniciativa própria do Governo Federal, via Ministério da Saúde.

A folha de pagamento dos profissionais do SAMU, a manutenção dos equipamentos e dos veículos, é de responsabilidade do governo estadual. “O Estado compra melhor se fizer em conjunto, de uma vez só, trabalhando tecnicamente para isentar os tributos quando possível. Temos um projeto intrassecretarias que começará aqui na Capital e, dando certo, avançaremos para o Estado todo, criando grandes centros compartilhados de compras”, afirmou o governado Carlos Moisés, lembrando que todo processo foi conduzido pelo governo do Estado.

De acordo com Moisés, um exemplo dessa melhoria é a aquisição de oxigênio para uso medicinal, cujo custo caiu de R$ 24 milhões para R$ 12 milhões neste ano, sem mudar a quantidade comprada.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, as ambulâncias que hoje estão sob responsabilidade dos municípios, também passarão a integrar o Samu estadual, sob gestão da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e do Corpo de Bombeiros Militar de SC, da mesma forma como já ocorre com o suporte avançado. “É um processo que vai fazer com que a população tenha um ganho expressivo no atendimento, com mais organização”, avalia o secretário.

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS