quinta-feira, 2 dezembro 2021
InícioGeralPM de Indaial é acionada três vezes após denúncias de descumprimento do...

PM de Indaial é acionada três vezes após denúncias de descumprimento do decreto 515

 

 

 

A Polícia Militar de Indaial (SC) foi acionada três vezes nesta terça-feira (24/03/20) após denúncias de que estabelecimentos estavam descumprindo o Decreto 515 do governo de Santa Catarina, que permite apenas o funcionamento de empresas com serviços essenciais. A medida de isolamento social é para evitar o contágio da Covid-19.

A primeira ocorrência foi atendida por volta das 10h na Rua Mariana, no bairro Benedito Novo. No local um bar estaria vendendo bebida alcoólica e causando aglomeração de pessoas. Os policiais conversaram com o proprietário do estabelecimento, de 40 anos, que disse estar realizando manutenção no seu bar, mas em que nenhum momento vendeu alguma bebida e já iria fechar o local. Não havia comércio de bebidas nem pessoas aglomeradas naquele momento.Ele foi orientado sobre o decreto em vigor no estado e da importância de realizar os procedimentos de prevenção. Antes da guarnição sair do local, o proprietário fechou o bar.

No início da tarde, às 14h20, policiais militares se dirigiram à Rua Dr. Blumenau, onde uma empresa foi denunciada por estar trabalhando com grande número pessoas e que boa parte fazia parte do grupo de risco de contrair o Covid-19. Um funcionário de 54 anos atendeu a guarnição, e informou que a empresa estava trabalhando com um quadro reduzido de pessoas e todos foram orientados a usar álcool com gel. A guarnição entrou no local e não viu uma quantidade significativa de pessoas, como tinha sido denunciado. Foram passadas as orientações para evitar a propagação do coronavírus.

Logo depois, por volta das 15h, uma guarnição foi conferir a denúncia de uma loja na na Avenida Manoel Simão, no bairro das Nações, que estaria atendendo clientes. O estabelecimento estava com as portas abertas e os policiais conversaram com uma mulher de 34 anos. Ela disse que estava fazendo a faxina e deixou as portas abertas. A guarnição solicitou que a loja permanecesse fechada.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS