Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Neste sábado (26/09) tem manifestação pelo retorno das aulas presencias em Blumenau

 

 

 

Foto: James Tavares/Secom

 

Um grupo de pais programou uma manifestação a partir das 9h30 deste sábado (26/09/20) na praça Victor Konder, na frente da Prefeitura de Blumenau. Após estarem há mais de 200 dias consecutivos sem atividades presenciais nas escolas por conta do decreto estadual em função da pandemia, pais de crianças e adolescentes em idade escolar, com o apoio das escolas, irão manifestar o pedido de volta as aulas a partir do dia 13 de outubro.

Segundo nota enviada pelo grupo, os envolvidos na manifestação respeitam opiniões contrárias ao assunto, mas entendem que diante do fato de a taxa de contaminação estar em desaceleração e tendo em vista a liberação de quase todos os setores as suas atividades com adequações e até mesmo restrições, é chegado o momento de haver uma liberação do atendimento nas escolas para as famílias que sentem segurança.

As famílias e escolas entendem que deverão ser adotados protocolos sanitários dentro e fora das escolas e que o retorno exigirá uma parceria para que haja segurança para alunos, professores, colaboradores e familiares.

Um assunto que tem sido comentado entre os pais, é que estão percebendo alterações comportamentais em seus filhos devido ao isolamento social prolongado. Eles relatam que durante conversas sobre o tema, perceberam o aumento de desânimo que beira a depressão; momentos intensos de estresse.

Além disso, a retomada de comportamentos que já não faziam parte da rotina da criança antes da pandemia, como voltar a usar fraldas, desatenção, dependência excessiva dos pais, problemas de sono, falta ou excesso de apetite, além de agitação e desconfortos.

O grupo defende que os pais devem ter a liberdade de analisar e decidir se irão liberar a frequência de seus filhos nas atividades presenciais que as escolas puderem ofertar.  Os pais que precisam e concordam com o retorno aguardam um posicionamento concreto sobre o retorno previsto para o dia 13 de outubro de 2020.

Até agora a administração municipal deixou claro que não há previsão de retorno e que o município está subordinado às decisões do Estado.

Na quinta-feira (24/09), realizamos uma entrevista com a médica Andréia Fagnani de Azevedo Souza, mãe de três filhos, e que faz parte deste grupo.

 

 

Grupo Telegram
Grupo WhatsApp

Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

Top