terça-feira, 18 janeiro 2022
InícioEconomiaInteressados em estudar cerveja injetam R$ 2,5 milhões na economia de Blumenau...

Interessados em estudar cerveja injetam R$ 2,5 milhões na economia de Blumenau em Janeiro

Laboratórios da Escola Superior de Cerveja e Malte são usados pelos alunos dos concentrados | Foto: Divulgação

 

Enquanto, para muitos, janeiro é época de descanso, para 280 apaixonados pelo universo da cerveja artesanal, é tempo de estar em sala de aula. Os sete cursos concentrados da Escola Superior de Cerveja e Malte (ESCM) atraem alunos de 20 estados brasileiros, além de quatro outros países: Argentina, Paraguai e Bolívia, na América do Sul, e até do Cabo Verde, arquipélago africano.

 

Além de análises sensoriais e práticas, microbiologia da cerveja é um dos temas em alguns cursos | Foto: Divulgação

 

Um estudo realizado pela instituição mostrou que eles injetam cerca de R$ 2,5 milhões na economia local. Isso porque vivem na cidade de sete a 15 dias, muitas vezes trazendo as suas famílias para aproveitar as férias. Só entre os brasileiros, as origens são de 130 cidades diferentes.

De acordo com Carlo Bressiani, diretor da ESCM, os interessados nos cursos chegam com diferentes objetivos. “Alguns querem apenas aprimorar o hobby de fazer cerveja em casa. Outros, investigam oportunidades neste mercado e há ainda os que estão decididos a fazer uma transição de carreira para este segmento e querem chegar já com um currículo interessante”, diz.

A Escola Superior de Cerveja e Malte é a única instituição de ensino superior dedicada à cerveja na América Latina. Mais de 4,5 mil alunos já passaram pelas formações realizadas pela ESCM em quatro anos de história. Em 2018, além dos cursos de extensão e pós-graduação, inicia também o primeiro curso superior em Engenharia de Produção Cervejeira fora da Alemanha.

Com mais de 4,5 mil alunos formados em três anos de atuação, a Escola Superior de Cerveja é Malte é a primeira e única instituição de ensino superior especializada na bebida da América Latina. É parceira da alemã Doemens Academy, uma das mais respeitas entidades do mundo.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS