domingo, 5 dezembro 2021
InícioEsporteEm momentos opostos, Metropolitano e BEC se enfrentam pelo sub-17 do estadual

Em momentos opostos, Metropolitano e BEC se enfrentam pelo sub-17 do estadual

 

Por Thiago Gomes

Na tarde deste sábado (31/03/18), Metropolitano e Blumenau Esporte Clube se enfrentam no estádio Guilherme Jensen, às 15h15min, pelo Campeonato Catarinense Juvenil Série B.

As equipes vivem momentos distintos. Pelo lado do Metropolitano, duas vitórias e um empate em três jogos deram a liderança da competição para o alviverde, que marcou oito gols e sofreu apenas dois. Com a vitória do Almirante Barroso por 3 a 0 no clássico contra o Marcílio Dias em Itajaí, a equipe blumenauense perdeu a liderança, mas busca retomá-la neste final de semana justamente contra o BEC, no que muitos vem chamando de “clássico do chope”.

No outro lado, o Blumenau EC não vem nada bem. Logo na estreia, o time até então comandado pelo técnico Viton foi derrotado pelo Marcílio Dias por 4 a 0 jogando no campo do Grêmio Itoupavazinha com direito a protestos da torcida. Na segunda partida, contra o Almirante Barroso na cidade de Itajaí, o time perdeu por 3 a 1, já sem a presença do antigo treinador que pediu demissão após a derrota no primeiro confronto. Mas o pior ainda estava por vir.

Na terceira rodada o time sofreu WO contra o Barra FC, pela demora no pedido de mudança de horário do confronto inicialmente marcado para o período vespertino, diferentemente do desejado por parte do clube, que queria entrar em campo pela manhã, já que o estádio estava locado para outro evento na mesma hora marcada pela federação.

O que apimenta ainda mais o embate entre Clube Atlético Metropolitano e Blumenau Esporte Clube não está concentrado apenas nas quatro linhas. Na política, o metrô vem sendo comandado por uma diretoria composta por empresários da cidade comandados pelo presidente Saulo Raitz que prometem um time forte em busca da volta para a primeira divisão do estadual na próxima temporada. No lado verde e grená, o que era um mar de rosas se tornou numa imensa tempestade.

A diretoria do clube acertou uma parceria com a Associação Amigos do BEC para ter apoio financeiro e estrutural durante o ano, mas com alegações de falta de transparência, a diretoria da associação e do clube romperam, fazendo com que ao amigos do BEC entrassem com o processo judicial visando a saída do presidente Wanderlei Laureth que também sofre pressão por parte da torcida.

O que era para ser um jogo entre os garotos da base tornou-se um grande evento cheio de expectativas nos dois lados, em que uma vitória pode ser o a consolidação de uma excelente campanha para um e um pontapé inicial para o fim de uma crise no outro.

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS