terça-feira, 7 dezembro 2021
InícioGeralCasos de coronavírus no Brasil: agora são oito confirmados e 636 suspeitos

Casos de coronavírus no Brasil: agora são oito confirmados e 636 suspeitos

 

 

 

 

O Ministério da Saúde divulgou na tarde desta quinta-feira (5/03/20) um novo balanço sobre os casos de Covid-19 (coronavírus) no Brasil. Agora são oito casos confirmados, 635 suspeitos e 378 descartados.

Dos casos confirmados, seis são de São Paulo, um no Espírito Santo e outra numa cidade do interior do Rio de Janeiro, onde uma mulher de 27 anos viajou para a Alemanha e Itália, entre os dias 9 e 26 de fevereiro. No dia 17 ela apresentou os sintomas e só procurou atendimento no dia 2 de março.

O que mais preocupava aconteceu e o Ministério da Saúde houve dois casos de transmissão local a partir do primeiro caso confirmado. É daquele morador da capital paulista que viajou para a região da Lombardia, na Itália.

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, explicou que transmissão local, não significa que ocorra transmissão sustentada. Hoje a “transmissão comunitária” (mais aberta) só ocorreu na China, Coreia do Sul e Itália.

Em Santa Catarina foram registrados oito novos casos suspeitos, que agora somam um total de 54. Eles se dividem nas cidades de Florianópolis (17), Joinville (8), Itajaí (4), São José (4), Balneário Camboriú (3), Chapecó (2), Itapema (2), Pouso Redondo (2), São Bento do Sul (2), Balneário Piçarras (1), Benedito Novo (1), Blumenau (1), Brusque (1), Concórdia (1), Criciúma (1), Jaraguá do Sul (1), Porto Belo (1), São João Batista (1) e Tijucas (1).

No Brasil, os 635 casos suspeitos estão nos estados de São Paulo (182), Rio Grande do Sul (104), Minas Gerais (80), Rio de Janeiro (79), Santa Catarina (54), Bahia (23), Paraná (20), Distrito Federal (20), Ceará (16), Mato Grosso do Sul (11), Pernambuco (8), Alagoas (6), Mato Grosso (6), Espírito Santo (5), Amazonas (5), Goiás (4), Rio Grande do Norte (4), Paraíba (4), Sergipe (2), Rondônia (1), Pará (1) e Piauí (1).

 

Caso suspeito em Blumenau

Uma mulher de 25 anos, moradora do bairro Água Verde, que voltou da França no final de fevereiro apresentou sintomas similares àqueles atribuídos a casos suspeitos. Ela passa bem, já recebeu orientações das equipes da Semus e está em isolamento domiciliar. A Semus aguarda o resultado do exame.

Nesta quinta-feira, profissionais da rede municipal receberiam capacitação sobre condutas médicas a serem adotadas em casos como esse.

O Secretário Winnetou Krambeck tranquiliza a população que não há motivo para pânico nem para uso de máscaras, nesse momento. As medidas de prevenção são aquelas adotadas para outros vírus respiratórios como o influenza, por exemplo, que são: lavar as mãos com água e sabão com frequência; evitar tocar os olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas; evitar contato próximo com pessoas doentes; ficar em casa quando estiver doente; cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo. “Com essas medidas estaremos prevenindo não apenas o corona, como outras doenças e vírus que estão circulando na nossa região.”, orienta Krambeck.

O outro caso suspeito em investigação, atribuído ao município, foi uma coleta de material de paciente residente de Balneário Camboriú. Ela estava visitando familiares em Blumenau, quando teve sintomas do vírus. Como havia retornado recentemente de viagem à Europa, foi coletado material e enviado ao Lacen. O registro deve ser corrigido nos próximos dias, já que o acompanhamento deverá ser realizado pelo serviço da cidade de residência da paciente.

Confira entrevista coletiva do secretário-executivo do Ministério da Saúde

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS