quarta-feira, 22 setembro 2021
InícioEsporteAcabou o sonho do Metrô na Série C?

Acabou o sonho do Metrô na Série C?

justica-desportiva
Liminar do presidente interino do STJD nesta sexta-feira deu a vaga na Série C ao Crac, que dessa forma permanece no torneio. Foto: Divulgação

Uma notícia aguardada há semanas sacudiu este início de feriado santo. Uma decisão liminar acabou, nesse momento, com o sonho do Metropolitano de ascender à Série C do Brasileiro.

Despacho publicado nesta sexta-feira pela manhã por Caio César Rocha, presidente interino do STJD, entendeu que a vaga deixada em função do rebaixamento nos tribunais do Betim-MG, e pleiteada pelo Metrô e outros clubes, é, por direito, do Crac de Catalão-GO

Leia aqui a decisão do STJD que nega ao Metrô a vaga na Série C

Li o despacho na íntegra. Não sou especialista no Direito, mas fica claro que, embora o presidente interino do STJD ressalte que tomou a decisão em função da demora da CBF (através do Departamento de Competições) em apontar um substituto ao Betim baseado em critérios técnicos, a liminar possui um argumento que me chamou muito a atenção. Diz o trecho, resumidamente, que “as equipes que disputaram a Série D em 2013 já sabiam que apenas os 4 primeiros subiriam, e hoje o que se quer é o reconhecimento de quem foi o quinto colocado, que poderia subir”. É o caso do Metropolitano e do Tiradentes-CE. Por outro lado, entre as equipes que disputaram a Série C em 2013, o Brasiliense estava em outro grupo, e apenas o Crac poderia herdar a vaga por ter disputado a competição em igualdade de condições com o Betim, rebaixado em condição extraordinária, que foge ao regulamento das competições.

Embora a decisão desta sexta-feira seja apenas uma liminar (ou seja, não tem caráter definitivo), é inegável que a fundamentação é considerável.

E agora, o que cabe ao Metropolitano? O clube deixou claro desde o início que acreditava nos seus argumentos e que brigaria por eles até o fim. Não creio que isso signifique ir à Justiça Comum, pois apenas criaria uma indisposição desnecessária com a CBF, se tornando mais um problema a emperrar as competições, e à FCF, pois o presidente Delfim agora é vice-presidente eleito da CBF.

O caminho me parece ser insistir no âmbito do STJD. O Metrô foi muito bem orientado e recebeu apoios importantes. Deve seguir atuando nos bastidores para reverter o caso a seu favor, e cobrar fortemente a atuação do presidente da FCF nisso. Mas que ficou muito mais complicado a partir desta decisão, não há dúvidas.

Ainda que consiga algo, isso vai significar uma nova guerra de liminares vai acontecer e o início da Série C, previsto para dia 26, semana que vem, certamente vai atrasar.

Vamos aguardar os novos capítulos.

Por Rodrigo Braga
Publicado originalmente em blogbragarodrigo.wordpress.com

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS