quinta-feira, 28 janeiro 2021
Início Geral Trânsito na Serra do Rio do Rastro será liberado entre os...

Trânsito na Serra do Rio do Rastro será liberado entre os dias 23 de dezembro e 4 de janeiro

Em pontos críticos, estão sendo colocadas telas metálicas de alta resistência com grampos para evitar quedas de blocos e movimentação de massa.

09:35

Entre os dias 23 de dezembro e 4 de janeiro, o tráfego de veículos na Serra do Rio do Rastro estará liberado. Os veículos poderão transitar a partir das 13h do dia 23 até as 8h do dia 4 de janeiro, mas após esse período o trecho será novamente bloqueado.

A informação foi divulgada nesta terça-feira (16/12/20) pela Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE). Para os motoristas que irão subir a Serra com destino ao Planalto, o tráfego ficará bloqueado das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, e aos sábados das 8h às 13h.

Para os motoristas que irão descer a Serra com destino ao Litoral, o tráfego ficará bloqueado das 8h às 19h, de segunda a sexta-feira, e aos sábados das 8h às 14h.

Intervenções em 25 pontos críticos

O Estado tem feito intervenções em 25 pontos críticos, que passarão por melhorias. Em cada um deles serão aplicadas diferentes técnicas, de acordo com as necessidades específicas. Também será feita a retirada de blocos rochosos e outros materiais que estão soltos e sobre os taludes. Atualmente, os trabalhos estão sendo realizados em sete pontos da rodovia.

A ação faz parte do programa Novos Rumos e conta com recursos do Governo Federal de mais de R$ 19 milhões. A previsão é que as obras sigam até maio de 2021.

O trabalho consiste em colocar telas metálicas de alta resistência com grampos para evitar quedas de bloco e movimentação de massa, problemas frequentes ao longo da SC-390, na Serra do Rio do Rastro. O plano de trabalho prevê que a intervenção ocorra de maneira simultânea em outros pontos da rodovia que faz a ligação entre o Sul e o Planalto catarinense.

Fonte: Governo de Santa Catarina

Avatar
O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br
 
 
 
 
 

MAIS LIDAS