quarta-feira, 26 janeiro 2022
InícioEconomiaTrabalhadores têm menos de 10 dias para sacar Abono Salarial de 2015

Trabalhadores têm menos de 10 dias para sacar Abono Salarial de 2015

 

Os trabalhadores com direito ao Abono Salarial ano-base 2015 têm menos de 10 dias para sacar o benefício nas agências bancárias. O prazo termina no dia 28 de dezembro e não haverá nova prorrogação. Cerca de 1,4 milhão inscritos no PIS e no Pasep não haviam sacado o dinheiro até o final de novembro. O valor disponível soma R$ 979,54 milhões. O Sudeste acumula quase metade desse recurso, com R$ 521,15 milhões (veja tabela abaixo).

Para ter direito ao Abono Salarial ano-base 2015, o trabalhador formal precisa estar enquadrado nos seguintes critérios: vínculo formal a uma empresa ou órgão público por pelo menos 30 dias em 2015; remuneração média de até dois salários mínimos no período trabalhado; inscrição no PIS há pelo menos cinco anos; e ter seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, alerta para o encerramento do prazo. “Restam apenas 10 dias para os trabalhadores sacarem esse dinheiro e ainda tem o feriado do Natal na agenda bancária. Portanto, quem ainda não viu se tem direito, procure os bancos ou ligue para o telefone 158 do Ministério do Trabalho. Se informe, e se tiver direito ao benefício não deixe de sacar o dinheiro que pode ajudar a colocar as contas em dia neste final de ano”, alerta.

O chefe de divisão do Abono Salarial do Ministério do Trabalho, Márcio Ubiratan, explica que o valor que cada trabalhador tem para receber é proporcional à quantidade de meses trabalhados formalmente em 2015. Quem trabalhou o ano todo recebe o valor na íntegra. Quem trabalhou um mês, por exemplo, recebe 1/12 do valor, e assim sucessivamente. Os pagamentos variam de R$ 79 a R$ 937.

Os trabalhadores da iniciativa privada, que são vinculados ao PIS, sacam o dinheiro nas agências da Caixa ou lotéricas de todo o país. Já os servidores públicos, com vínculo no Pasep, retiram o benefício no Banco do Brasil.

Para saber se tem direito

Alô Trabalho: serviço de informações do Ministério do Trabalho. Atende pelo número 158. As ligações são gratuitas de telefone fixo em todo o país.

Caixa: fornece a informação aos beneficiários do PIS pelo telefone 0800-726 02 07 ou pessoalmente nas agências.

Banco do Brasil: atende os beneficiários do Pasep no número 0800-729 00 01 ou pessoalmente nas agências.

Abono Salarial do PIS Ano-Base 2015*

 

REGIÃO / UF’s

 Participantes

Taxa

Cobertura

Valor Total  Pago

(R$)

 

 Participantes

Não Pagos

Valores disponíveis para Saque (R$)

Identificados

Pagos

NORTE

1.385.009

1.306.357

94,32%

930.692.102,43

78.652

56.071.313,49

AC

63.302

62.064

98,04%

44.822.503,16

1.238

894.081,25

 AP

57.203

52.909

92,49%

37.114.504,05

4.294

3.012.146,90

AM

334.020

312.657

93,60%

216.921.399,18

21.363

14.821.647,53

PA

565.310

527.896

93,38%

384.612.300,68

37.414

27.258.938,54

RO

179.672

171.292

95,34%

119.005.350,86

8.380

5.822.016,44

RR

44.089

42.822

97,13%

29.727.284,52

1.267

879.558,86

TO

141.413

136.717

96,68%

98.488.759,98

4.696

3.382.923,97

NORDESTE

5.491.459

5.326.271

96,99%

3.878.905.029,64

165.188

120.156.977,55

AL

322.362

314.700

97,62%

226.057.764,58

7.662

5.503.827,75

BA

1.413.509

1.369.839

96,91%

994.893.591,42

43.670

31.716.868,29

CE

991.232

956.123

96,46%

702.567.281,88

35.109

25.798.390,69

MA

418.420

403.268

96,38%

290.637.896,45

15.152

10.920.145,93

PB

415.227

407.618

98,17%

305.523.792,64

7.609

5.703.208,74

PE

1.013.325

977.547

96,47%

703.228.966,69

35.778

25.738.021,77

PI

284.538

282.544

99,30%

206.559.258,23

1.994

1.457.752,28

RN

391.446

380.285

97,15%

277.854.531,30

11.161

8.154.763,99

SE

241.400

234.347

97,08%

171.581.946,45

7.053

5.163.998,12

CENTRO-OESTE

1.918.379

1.765.122

92,01%

1.208.554.100,11

153.257

105.348.329,12

DF

411.829

356.086

86,46%

249.069.333,09

55.743

38.990.221,00

GO

810.834

760.181

93,75%

522.365.011,11

50.653

34.806.651,19

MT

372.445

345.693

92,82%

231.276.147,73

26.752

17.897.670,78

MS

323.271

303.162

93,78%

205.843.608,18

20.109

13.653.786,15

SUDESTE

11.414.376

10.662.544

93,41%

7.409.882.503,34

751.832

521.154.904,81

ES

531.396

506.256

95,27%

357.553.015,30

25.140

17.755.607,45

MG

2.881.229

2.744.158

95,24%

1.943.348.859,38

137.071

97.070.493,57

RJ

2.145.324

1.991.976

92,85%

1.396.103.807,25

153.348

107.476.057,26

SP

5.856.427

5.420.154

92,55%

3.712.876.821,41

436.273

298.852.746,53

SUL

4.059.242

3.801.464

93,65%

2.607.438.601,27

257.778

176.812.294,27

PR

1.546.036

1.451.129

93,86%

1.000.656.527,79

94.907

65.445.118,31

RS

1.475.672

1.389.596

94,17%

948.753.779,77

86.076

58.768.829,46

 SC

1.037.534

960.739

92,60%

658.028.293,71

76.795

52.598.346,50

TOTAL BRASIL

24.268.465

22.861.758

94,20%

16.035.472.336,79

1.406.707

979.543.819,24

* Dados até 30 de novembro

Fonte: Ministério do Trabalho

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS