terça-feira, 19 outubro 2021
InícioEconomiaTivemos uma hora para fugir daqui!

Tivemos uma hora para fugir daqui!

 

 

 

 

Por Marlise Cardoso Jensen com fotos de Nikolas Jensen

Sabe aquele tipo de experiência que é difícil de explicar em palavras, mas se você a “vive”, torna-se algo muito extraordinário? Pois é. O portal de Notícias Oblumenauense foi convidado para conhecer o jogo de fuga no Puzzle Room Escape Game. Fui com o Nikolas Jensen, sem imaginar como seria nossa participação no tal jogo.

Pensei que tivesse algo a ver com games de computador ou virtual. Mas logo o Angelo Micheluzzi, um dos sócios, me mostrou o ambiente e percebi que estava bem enganada. É um espaço realista criado para que um grupo de jogadores tivesse a real sensação de estar em uma cela de Carandiru.

Entramos em cinco jogadores com a missão de conseguir sair dela em uma hora. Sempre gostei de filmes e programas de TV relacionados à investigação criminal. Quando vi que teríamos que achar pistas dentro daquele espaço que nos levariam a solução para nossa fuga, até achei que seria tranquilo.

 

 

Primeiro o Angelo nos passou as regras, entre elas de que poderíamos pedir três dicas. A partir daí ele nos levou até a sala do jogo e o relógio iniciou a contagem regressiva de 60 minutos. Para uma encalorada como eu, fiquei feliz quando vi o ar condicionado, o único item diferente de uma cela comum.

A porta foi fechada e começamos uma busca frenética por pistas. Tem muitos itens na cela que são como “pegadinhas”. Tem coisas que tentei pegar mas percebi que simplesmente fazem parte do cenário.

 

 

Depois lembrei do que Anderson Micheluzzi, o outro sócio do empreendimento, tinha comentado. Da importância dos jogadores trabalharem em equipe em vez de tentarem buscar pistas sozinhos. Isso foi comprovado várias vezes, quando um de nós achava algo, mas era outro jogador que sabia lidar melhor com a pista. Fiquei imaginando o quão interessante pode ser isso para empresas, já que além da busca por soluções valoriza o trabalho de equipe e ajuda na integração dos funcionários.

 

 

Bom, como falei no início, estávamos em cinco, três eram pessoas que conhecemos na hora. No primeiro minuto do jogo já estávamos trabalhando juntos, pois nessa missão tinha o objetivo de conseguir uma fuga em massa.

Não posso dar muitos detalhes aqui para não entregar o jogo. Tanto eu como o Nikolas vivemos uma experiência incrível, algo novo para nós, colocando em teste nossa inteligência, raciocínio lógico, parceria, respeito e felicidade. (Pensa na nossa alegria cada vez que achávamos uma pista).

Ser fã da série CSI, e às vezes solucionar um crime antes do final, não nos garantiu uma vitória certeira. Nosso tempo acabou sem conseguirmos achar todas as pistas e a cela foi aberta pelos monitores. Foi uma experiência incrível e já disse que gostaria de participar do outro jogo. E sabem qual será a sala? De investigação criminal.

Contudo desta vez irei com os pés no chão, ciente de que terei que me esforçar mais ainda. E para quem é fã dessas aventuras, o sócio José Luiz Cirilo, já adiantou que está sendo planejada a terceira sala de jogos.

Para mais informações você pode enviar um e-mail para blumenau@puzzleroom.com.br. A unidade blumenauense fica no Premier Residence, localizado na Rua 7 de Setembro, em Blumenau

Confira a entrevista de Angelo Micheluzzi

 

 

MAIS LIDAS