quinta-feira, 28 outubro 2021
InícioGeralSuspeito de estar infectado com coronavírus é internado em hospital de Brusque

Suspeito de estar infectado com coronavírus é internado em hospital de Brusque

 

 

 

 

Um homem de 30 anos que voltou recentemente da China está apresentando sintomas de ter contraído o coronavírus. Segundo o Ministério da Saúde, os sinais e sintomas clínicos são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado. Os principais são sintomas são febre, tosse e dificuldade para respirar.

Na tarde desta quinta-feira (30/01/20), ele foi internado no no Imigrantes Hospital e Maternidade, em Brusque (SC), após ser encaminhado pela Vigilância Epidemiológica do município. No momento o paciente está em isolamento e teve amostras de sangue coletadas para a realização de exames que irão confirmar ou não a doença.

Os sintomas do coronavírus são muito semelhantes ao de uma gripe normal, por isso ainda não há razão para preocupação. Os dois casos suspeitos em São José (SC) por exemplo estavam com a gripe Influenza e já foram descartados com o novo vírus.

O Brasil continua com 9 casos suspeitos do novo coronavírus 2019 n-CoV e em seis estados, conforme informação divulgada nesta quinta-feira (30) em entrevista coletiva no Ministério da Saúde, em Brasília. Até agora houve 43 notificações e nenhum caso provável ou confirmado entre os dias 18 e 30 de janeiro de 2020.

 

O que é o novo coronavírus?

É um novo vírus que tem causado doença respiratória pelo agente coronavírus, com casos recentemente registrados na China. Importante saber que os coronavírus são uma grande família viral, conhecidos desde meados de 1960, que causam infecções respiratórias em seres humanos e em animais.

Geralmente, infecções por coronavírus causam doenças respiratórias leves a moderadas, semelhantes a um resfriado comum. Alguns coronavírus podem causar doenças graves com impacto importante em termos de saúde pública, como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS), identificada em 2002 e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS), identificada em 2012.

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico do novo coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). É necessária a coleta de duas amostras na suspeita do coronavírus. As duas amostras serão encaminhadas com urgência para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). Uma das amostras será enviada ao Centro Nacional de Influenza (NIC) e outra amostra será enviada para análise de metagenômica.

Para confirmar a doença é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o RNA viral. O diagnóstico do novo coronavírus é feito com a coleta de amostra, que está indicada sempre que ocorrer a identificação de caso suspeito. Orienta-se a coleta de aspirado de nasofaringe (ANF) ou swabs combinado (nasal/oral) ou também amostra de secreção respiratória inferior (escarro ou lavado traqueal ou lavado bronca alveolar).

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS