domingo, 5 dezembro 2021
InícioGeral Secretaria de Estado da Saúde busca no Ministério da Saúde R$...

Secretaria de Estado da Saúde busca no Ministério da Saúde R$ 14 milhões para Mutirão de Cirurgias Eletivas

O secretário-adjunto de Estado da Saúde, Acélio Casagrande, foi ao Ministério da Saúde, na última terça-feira, 8, para, entre outros compromissos, tratar da liberação de R$ 14 milhões para Santa Catarina a fim de financiar o Mutirão de Cirurgias Eletivas. Com esses recursos, a Secretaria de Estado da Saúde pretende realizar 30 mil cirurgias eletivas em 2014. Os recursos estão garantidos pelo Ministério da Saúde. O Estado aguarda, agora, a publicação da portaria liberando o dinheiro.

Desde outubro de 2011, 66 mil cirurgias foram realizadas, em toda Santa Catarina, através do Mutirão de Cirurgias Eletivas. A Secretaria de Estado da Saúde, em parceria com o Ministério da Saúde, investiu, desde o início do programa, R$ 50,3 milhões para tirar catarinenses da fila de espera para cirurgias de menor gravidade, como catarata, varizes e hérnia.

“Enquanto houver pessoas aguardando pelos procedimentos, iremos garantir a manutenção do programa”, afirma o secretário-adjunto, ao explicar que a implantação do Programa, em outubro de 2011, gerou benefício tanto para os catarinenses que saíram das filas de espera quanto para hospitais de pequeno e médio porte que atendem pelo SUS, em todo o Estado. “Muitos hospitais do interior têm taxa de ocupação pequena. E realizar essas cirurgias gerou receita para essas unidades de saúde”, explica Casagrande.

Desde setembro de 2011, quando o Ministério da Saúde começou a dar aporte de recursos ao programa, foram feitos 28,5 mil procedimentos ambulatórias (cirurgias de catarata) e 27,6 mil cirurgias hospitalares (que precisam de internação), além de cerca de 10 mil cirurgias múltiplas, que são procedimentos cirúrgicos em mais de um órgão no mesmo ato, com uma única anestesia.

Outros recursos
Casagrande também se reuniu com a Coordenação Geral de Saúde das Mulheres da Rede Cegonha, na qual discutiram a possibilidade de um convênio para a abertura da maternidade do Hospital Santa Catarina, em Criciúma. “O recurso irá garantir a construção de sala de parto e sala para as gestantes na unidade”, explica o secretário-adjunto.

Em outra audiência, Acélio Casagrande conversou a coordenadora do Gabinete da Secretaria de Atenção a Saúde (SAS), Maria Tereza Rodrigues da Cunha, para tratar do convênio com o Hospital São José, que garantirá a aquisição de equipamentos e materiais permanentes no valor de R$ 11,8 milhões. O secretário-adjunto também entregou o Plano de Saúde Mental do Estado para a coordenação de Saúde Mental do Ministério da Saúde, que contempla as ações previstas para implantação nos próximos anos.

Ana Paula Bandeira | Secretaria de Estado da Saúde

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS