segunda-feira, 18 outubro 2021
InícioEconomiaSe Temer não tiver nada contra, seremos a Capital Nacional da Cerveja

Se Temer não tiver nada contra, seremos a Capital Nacional da Cerveja

 

Por Claus Jensen

Nas conversas, a terra da maior Oktoberfest das Américas sempre esteve associada ao chope, bebida oficial da festa. Apesar da primeira cervejaria ter surgido em 1860 em Blumenau, entre outras tantas, a identidade como fabricante de cervejas na cidade só foi reforçada com o surgimento da Eisenbahn.

A família Mendes caprichou na qualidade e fez sua marca um símbolo de status no mercado cervejeiro. Não há como negar que a Eisenbahn inspirou o surgimento de outras marcas, depois que o gosto por produzir a bebida artesanalmente foi difundido pelos apreciadores.

Hoje temos o Festival Brasileiro da Cerveja, o Concurso Brasileiro de Cervejas, a Feira Brasileira da Cerveja, a Rota Turística Vale da Cerveja e até nossa sensação turística que é o Museu da Cerveja. Além disso, ainda temos a única Escola Superior de Cerveja e Malte da América Latina.

Argumentos não faltaram para que os senadores aprovassem na manhã desta quinta-feira (16/02/17), o PLC 29/2016, que concede a Blumenau o título de Capital Nacional da Cerveja.  O projeto de autoria do deputado federal Décio Lima (PT-SC) foi levada ao Plenário pelo senador Dalírio Beber (PSDB-SC) e  agora o projeto vai à sanção do presidente da república Michel Temer.

 

 

“Com certeza esse reconhecimento vai ajudar mais ainda na promoção da cidade”, destaca o presidente do Parque Vila Germânica e Secretário de Turismo e Lazer, Ricardo Stodieck. Foi de lá que partiu a iniciativa, prontamente abraçada por Décio Lima, que deu encaminhamento ao projeto. Quem também teve participação importante nesse processo foi o deputado Esperidião Amin (PP-SC), então relator da Comissão de Constituição de Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados.

As cervejarias artesanais lançam cada vez mais rótulos, com qualidade reconhecida em premiações internacionais. Ser referência de excelência, vai permitir um grande status ao receber um “Made in Blumenau”.  Tenho certeza que ainda é um começo, que promete muitas novidades para desenvolver uma nova economia na cidade, tão ligada a malha.

* Com informações de Felipe Rodrigues, do Parque Vila Germânica

Claus Jensenhttp://www.oblumenauense.com.br
Trabalhei com publicidade há mais de 30 anos, fiz teatro durante 8, apresentei programa de televisão outros 5 e sou blogueiro desde 2007. Mas minha maior paixão é a família, e claro, essa fascinante Blumenau.

MAIS LIDAS