terça-feira, 11 maio 2021
Início Esporte A primeira lambança do Catarinense 2014

A primeira lambança do Catarinense 2014

Estádio do SESI

Estádio do Sesi, em Blumenau, foi fechado nesta quarta-feira, pegou todo mundo de surpresa e cancelou uma partida e mudou outra de endereço. Foto: Recoma/Divulgação

Segunda rodada. Foi até onde o “melhor Catarinense de todos os tempos” conseguiu ir sem nenhuma polêmica. Nesta quarta-feira (29), uma decisão inesperada chacoalhou o Estadual e fez estragos. Cancelou o jogo entre Brusque x Atlético de Ibirama, que seria no Sesi, em Blumenau, e a princípio transferiu Metropolitano x Joinville, nesta quinta, para Itajaí. Nesse caso, o embróglio continua.

Me faltam dados mais consistentes para debater sobre a decisão, fruto de uma ação civil pública com origem em julho do ano passado, que mandou fechar o Estádio do Sesi por questões de segurança aos presentes. Segurança é algo que não se discute, ao menos não se deveria discutir, mas só acho estranho que o estádio tenha sido liberado na vistoria anterior ao Estadual, como todos os demais estádios utilizados no torneio. E cá entre nós: quem conhece o Sesi sabe que ele está longe de oferecer riscos aos torcedores. Muito menos é o estádio mais “perigoso” de Santa Catarina.

Ou seja, a decisão foi polêmica e causou uma bagunça tremenda na tabela. Perde o torcedor, no fim das contas. Desrespeitado mais uma vez no seu estatuto que deveria ser soberano. O Sesi certamente receberia ótimo público nesta quinta. Ainda que a decisão seja revertida, o que pode ocorrer, deve prejudicar a ida do torcedor, isso se o jogo não acontecer com portões fechados. O Metropolitano, mandante no Sesi mas que nada tem a ver com a confusão, também é claramente prejudicado ao perder renda, um mando importante em um campeonato de tiro curto e até a questão psicológica.

Mas o pior vem agora: pela segurança, Metrô x JEC sai de Blumenau e, extraoficialmente, vai para o Estádio Hercílio Luz, em Itajaí. Rasga-se o Estatuto do Torcedor, que veda mudança de local de uma partida em prazo tão curto.

Que segurança é essa? Todos sabem que as torcidas de Metropolitano e Joinville são as maiores rivais da torcida do Marcílio Dias. E as três estarão na mesma cidade por causa desse jogo. Ah, a PM, avisada menos de 24 horas antes da partida, quer portões fechados (não é boba nem nada). Deus queira que não passe pela cabeça de ninguém por lá tomar a decisão que foi tomada na Arena Joinville em dezembro, naquele Vasco x Atlético-PR.

Começamos mal; Muito mal…

Por Rodrigo Braga

Publicado originalmente em blogbragarodrigo.wordpress.com

Avatar
O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS