terça-feira, 30 novembro 2021
InícioGeralPrefeitura implanta faixa de conversão para acesso à rua Havana

Prefeitura implanta faixa de conversão para acesso à rua Havana

Rua_Havana

Nesta sexta-feira serão realizados os trabalhos de pré-marcação dos meios-fios e da sinalização.

A Secretaria de Serviços Urbanos (Sesur) da Prefeitura de Blumenau inicia amanhã, dia 11 de abril, os trabalhos para implantação de uma faixa de conversão na rua Das Missões, sentido centro-bairro, na altura do número 793. A medida visa garantir a segurança dos motoristas no momento de acessar a rua Havana, no bairro Ponta Aguda.

Nesta sexta-feira serão realizados os trabalhos de pré-marcação dos meios-fios e da sinalização. Na próxima semana, máquinas estarão no local para efetuar o alargamento da pista, possibilitando a instalação da faixa de conversão. Em seguida, será feita a pavimentação asfáltica do trecho. A expectativa é que estes serviços sejam concluídos ainda no mês de maio.

A sinalização horizontal será realizada implantada no início de junho. Segundo o secretário de Serviços Urbanos, Rafael Jansen, é necessário um tempo de cura do asfalto para que possa ser feita a pintura das faixas. Ele lembra que os serviços estão sujeitos às condições do tempo, o que pode alterar o cronograma da obra.

A implantação de uma faixa de conversão da rua Das Missões para a rua Havana era uma reivindicação antiga dos moradores da região. Sem ela, muitos motoristas paravam no meio da pista para convergir à esquerda, gerando inúmeros acidentes. No ano passado, a Secretaria de Planejamento Urbano elaborou um projeto executivo para dar garantia de conversão e evitar transtorno em retornar no trevo da Henrique Reif, que fica cerca de 1700 metros para frente.

O secretário de Planejamento, Alexandre Gevaerd, explica que com o projeto haverá uma faixa de conversão protegida e faixa de travessia de pedestre no local, além de pequeno deslocamento na baia de ônibus sentido centro-bairro.

via PMB | Texto: Talita Catie

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS