terça-feira, 19 outubro 2021
InícioVale do ItajaíGasparPrefeitura de Gaspar diz que os valores retidos pelo Estado do município...

Prefeitura de Gaspar diz que os valores retidos pelo Estado do município somam uma perda de R$8 milhões

Imagem: Google Maps (Street View) Jan 2014
Imagem: Google Maps (Street View) Jan 2014

 

Um estudo efetuado pela Federação Catarinense de Municípios (Fecam) a respeito das receitas arrecadadas aos fundos estaduais apontou uma perda para os municípios catarinenses de aproximadamente R$429 milhões.

O levantamento realizado pelos técnicos da Fecam, os valores pertencente ao município de Gaspar e indevidamente retidos pelo Estado de Santa Catarina, entre 2011 a 2016, alcançam R$3.598.449,17, referente a transferências da cota-parte do ICMS, e R$4.303.967,84, não depositados na conta do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Com isso, em torno de R$4 milhões deixam de ser aplicados em manutenção, infraestrutura e obras e outros R$4 milhões seriam recursos úteis à educação e poderiam ser usados para formação de professores, salários e investimentos em geral.

O Governo do Estado enviou um Projeto de Lei à Assembleia Legislativa autorizando o Poder Executivo a compor a devolução dos valores devidos aos municípios em até 60 parcelas, a partir de janeiro de 2017, entretanto, a Fecam identifica a necessidade de ajustes no projeto. A proposta da entidade é que pelo menos 50% do recurso apontado pelo Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina como sendo dos municípios e que ficaram retidos no Fundosocial seja devolvido ainda no exercício de 2016 e o restante seja saldado em cronograma a ser definido. Considerando que a proposta já se encontra em debate no Poder Legislativo, a Fecam propõe aos Deputados Estaduais emendas ao projeto de lei a fim de assegurar os direitos dos municípios.

Repasses em atraso

A Fecam também tem solicitado ao Governador a necessidade urgente do pagamento integral dos convênios e contratos celebrados e pactuados em atraso, ainda no exercício de 2016.

Mais de R$134 milhões, este é montante que o Governo do Estado deve aos municípios catarinenses para o atendimento à população em programas nas áreas da educação, saúde e assistência social. São recursos destinados a programas conveniados ou pactuados, os quais são executados pelos Municípios com recursos dos demais entes federados.

As informações fora divulgadas pela prefeitura de Gaspar.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS