Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Pedágio para carros vai custar R$ 3 na BR-101 em SC a partir de domingo (8/08)

 

 

 

A Arteris Litoral Sul foi autorizada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) a aplicar o aumento da tarifa do pedágio de R$ 2,70 para R$ 3,00. O novo valor começa a valer nas cinco praças da concessionária a partir deste domingo (9/08/20) e atende à 12ª Revisão Ordinária solicitado ao órgão regulador.

O aumento será aplicado nas praças de Santa Catarina localizadas Garuva, Araquari, Porto Belo e Palhoça; além de São José dos Pinhais, no Paraná. O reajuste considera a correção frente à inflação de 4,19%, entre os meses de janeiro de 2019 e 2020, tendo como base o IPCA, nos termos estabelecidos no Contrato de Concessão.

O preço seria ainda maior, já que a ANTT autorizou o aumento de 44%, que ficaria em R$ 3,90. Mas o Tribunal de Contas da União suspendeu a decisão.

Além da operação das rodovias BR-116/Contorno Leste, BR-376/PR e BR-101/SC no trecho que liga as capitais Florianópolis e Curitiba, o contrato de concessão viabiliza investimentos com obras relevantes e uma série de melhorias para o trecho administrado.

Segundo a Arteris Litoral Sul, desde 2008 a concessionária já investiu R$ 4,6 bilhões no trecho sob concessão, com destaque para a construção de 86 Km de vias marginais, 41,9 Km de terceiras faixas, 35 passarelas, 15 trevos, duas áreas de escape e a realização de 2,6 milhões de atendimentos aos usuários.

A Arteris destaca que uma concessionária de rodovias na região auxilia também na receita dos municípios, por meio do repasse do tributo ISS (Imposto sobre Serviço) – que desde 2008 já destinou aos municípios R$ 200,8 milhões. O percentual referente ao reequilíbrio econômico-financeiro pela inclusão de obras no trecho sul do Contorno Viário de Florianópolis não será aplicado neste momento, em razão da cautelar do Tribunal de Contas da União.

 

Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

Top