quinta-feira, 13 maio 2021
Início Estadual Pai, que mora em cuba, reconhece filho que reside no oeste de...

Pai, que mora em cuba, reconhece filho que reside no oeste de SC por videoconferência

O juízo de comarca na região oeste do Estado realizou com sucesso, por videoconferência, audiência de averiguação de paternidade que possibilitou o reconhecimento de criança por estrangeiro, residente em Cuba.

O ato, previsto na Lei n. 8560/1992, contou com a participação de representante do Ministério Público, da mãe da criança, moradora na região, e do pai biológico, residente em Cuba. Cópia de seus documentos oficiais, como carteira de identidade e passaporte, foram remetidos via internet ao Fórum da comarca, para fins de registro processual e viabilização da expedição de mandado de averbação da paternidade.

A possibilidade de realização de audiências de forma virtual e mista, por meio da ferramenta desenvolvida pelo Poder Judiciário (PJSC-Conecta), viabilizou a participação do pai da criança, distante mais de seis mil quilômetros de Santa Catarina.

As mudanças ocorridas neste ano, em virtude da pandemia, a exemplo das audiências por videoconferência, representam um grande avanço e, no caso em tela, propiciaram, de forma célere e eficaz, a efetivação de direitos fundamentais“, consignou a magistrada que conduziu o processo, cuja tramitação ocorre em segredo de justiça.

Fonte: Tribunal de Justiça de Santa Catarina

MAIS LIDAS