Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Oktoberfest 2020 deve acontecer de 11 a 29 de novembro, de acordo com a situação da pandemia

 

 

 

 

A Prefeitura de Blumenau informou que a decisão sobre a realização da Oktoberfest será tomada até o final do mês de agosto. O prefeito destacou que vários eventos em todo Brasil foram remarcados, com incentivo do Ministério do Turismo (Mtur).

Segundo Hildebrandt, pelas pesquisas realizadas nesta semana e pelos comentários nas redes sociais, a maioria da população é favorável ao cancelamento da festa. Mas ele lembrou de toda a economia que gira em torno da Oktoberfest.

Segundo estimativa da organização, com base em cálculo da Fundação Getúlio Vargas (FGV), a Oktoberfest Blumenau movimenta R$ 240 milhões na economia local, além de propiciar cerca de 6 mil empregos diretos e indiretos. São mais de 60 setores da economia beneficiados pela cadeia produtiva da festa.

A administração municipal acha que não é possível tomar uma decisão segura e definitiva. Ainda há muitas incertezas sobre a evolução do Covid-19 nos próximos meses. Por isso, a organização vai trabalhar para que a festa ocorra de 11 a 29 de novembro, mas a decisão final será tomada até o final de agosto.

Até lá, será monitorada a evolução da pandemia no Brasil, para avaliar a viabilidade da realização da Oktoberfest, com as adequações necessárias. O objetivo é garantir a vinda e a diversão da população de Blumenau e dos turistas locais ou nacionais com total segurança.

Segundo o Secretário de Turismo e Lazer, e Presidente do Parque Vila Germânica, o adiamento da festa em Munique, na Alemanha, também foi muito difícil. No país europeu, essas decisões são tomadas em abril, para que haja tempo útil na construção dos pavilhões e produção das cervejas.

Em Blumenau, a montagem é bem mais simples, porque os pavilhões já estão prontos, e segundo o prefeito, as cervejarias teriam mais facilidade em se adequar.

O lucro gerado pela festa é muito importante para a realização de outros eventos na cidade. É o caso do Réveillon (R$ 490 mil), da Magia de Natal (R$ 290 mil), Sommerfest (R$ 340 mil) e na Feira da Amizade (R$ 40 mil). Além disso, há os realizados na Vila Itoupava, onde foram investidos R$ 50 mil, assim como outros comunitários (R$ 50 mil), a Rota de Lazer (R$ 10 mil) e os Jogos Escolares da Juventude em 2020 (R$ 260 mil).

A Oktoberfest do ano passado reuniu 576.560 pessoas, 51,2% de Blumenau e os outros 48,8% de outras localidades. Os catarinenses representaram 50,2% desse público, seguido por São Paulo (15,9%), Paraná (11,5%), Rio de Janeiro (7,5%), Minas Gerais (4,1%), Rio Grande do Sul (2%), Distrito Federal (1,4%) e outros estados (7,5%).

O Ministério do Turismo lançou duas campanhas para incentivar os turistas a remarcarem suas viagens e não cancelarem. A primeira em abril com o mote “Não cancele. remarque”, e depois em maio com “#O Brasil espera por você”.

Grandes eventos nacionais também estão sendo remarcados. É o caso do Lollapalooza, previsto para acontecer entre os dias 3 e 5 de abril, em São Paulo, mas foi adiado para dezembro (4, 5 e 6).

A tradicional Festa do Peão de Barretos, que aconteceria em agosto, foi remarcada para 28 de outubro e 2 de novembro. E o Natal Luz de Gramado (RS), foi antecipado e terá mais dias, começando já no dia 22 de outubro e seguindo até 30 de janeiro de 2021.

As informações foram divulgadas em uma live na manhã desta sexta-feira (29/05/20) que estava marcada para às 9h30 mas só foi iniciada 16 minutos depois. Quem assistiu, ficou esperando esse tempo até finalmente o prefeito iniciar o pronunciamento.

 

Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

Top