sábado, 25 setembro 2021
InícioGeralNatação feminina entra piscina do Sesi para fazer história nos JASC

Natação feminina entra piscina do Sesi para fazer história nos JASC

Equipe busca o 29º títulos dos Jogos e tem entre os destaques a nadadora Júlia Volkmann. Entre os homens, Fernando Viek vai nadar em busca o tricampeonato na prova dos 100 metros Borboleta

A natação feminina de Blumenau entra na piscina do Sesi, nesta quarta-feira, dia 27, para fazer história nos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). O grupo busca o 29º título (recorde entre todas as modalidades). Para tanto, a equipe blumenauense conta com a experiência da nadadora Julia Volkmann, que no ano passado, bateu quatro recordes da competição (200 metros Borboleta, Costas e medley e nos 400 Medley). O último troféu de primeiro lugar da natação de Blumenau foi levantado em 1999, em Chapecó.

Júlia, que treina no Grêmio Náutico União, de Porto Alegre (RS), espera manter a escrita, este ano em Blumenau. Em cinco participações dos Jasc, a blumenauense sempre manteve média de conquistas de quatro/cinco medalhas. Sua estreia foi em 2005 em Chapecó, aos 13 anos. Nas provas individuais, a nadadora, que começou a nadar com cinco anos no Clube Ipiranga – se orgulha das 15 medalhas de ouro e cinco de prata conquistadas.

Seu talento chamou a atenção de clubes de outros Estados e da Confederação Brasileira de Natação, tanto que já fora convocada cinco vezes para representar o Brasil em competições internacionais. Em Campeonatos Brasileiros, Júlia acumula 56 medalhas, das 24 de ouro em diversas categorias.

Quem também espera brilhar nos Jasc de Blumenau é Fernando Viek. Motivos não faltam ao blumenauense de 30 anos. O nadador é atual bicampeão dos 100 metros Borboleta e recordista da prova com o tempo de 53s09, estabelecido em 2007, em Jaraguá do Sul. “Participar dos Jogos em casa será um desafio a mais. Espero manter minha média de conquistas. Nos últimos 14 anos, só perdi em três oportunidades, lembra o nadador.

Texto: Humberto Trindade | via 53º JASC

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS