Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Morros com fumaça são monitorados nos bairros Velha Grande e Ribeirão Fresco, em Blumenau.

 

 

 

 

Os incêndios na vegetação tem preocupado os bombeiros do Vale do Itajaí. Em maio choveu apenas 22 mm em Blumenau, o que representa apenas 21% do esperado. Com isso, o mês fechará com chuva cerca de 79% abaixo da média. Menos água nas plantas, mais secas e vulneráveis para qualquer chama.

Através de imagens áereas, os bombeiros militares de Blumenau tem monitorado dois locais em especial, um fica na região da Rua Fritz Muller, no bairro velha Grande, e outra no Ribeirão Fresco. Ambas são totalmente distantes, mas tem características semelhantes, como o fato estarem situados em cumes de morros.

 

 

Os locais são de difícil acesso, o que torna complexo o transporte dos equipamentos usados no combate aos incêndios. Até mesmo o uso de helicópteros é ineficaz quando a queima é em profundidade, atingindo resíduos secos da vegetação como turfas e raízes.

Neste caso, há sempre fumaça, o que não significa a existência de um foco ativo de fogo. Por isso nem o combate braçal é eficaz. Somente uma boa chuva, quando a água se infiltra no solo, que é possível extinguir os pequenos focos responsáveis pela fumaça.

Essas regiões não tem residências próximas, e são de aclive, o que formaria uma barreira natural (aceiro) evitando a propagação dos focos, se estivessem mais verdes. Segundo os bombeiros, já faz um mês que aparecem esses mesmos sinais de incêndio na vegetação, que depois da última chuva tinham sumido. Tudo indica que as chamas não tem origem climática e geralmente surgem através da ação humana, seja direta ou indiretamente.

Os bombeiros também informaram que não foi constatada fumaça suficiente a ponto de causar problemas respiratórios, até porque a altitude média é de 200 metros. O que pode acontecer, é ela ficar confinada entre os vales, mas geralmente não há residências nesses locais. Por enquanto, o jeito é torcer para um milagre e que venha uma boa chuva. Mas fica a dica de que não adianta ligar para os bombeiros, eles já sabem da situação, e não têm muito o que fazer.

O vídeo gravado na tarde desta quinta-feira (28) pela equipe do helicóptero Arcanjo 03, mostra a situação no bairro Progresso.

 

Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

Top