quarta-feira, 1 dezembro 2021
InícioDenúnciasMoradores sofrem (e como!) pela falta de ônibus e infraestrutura nestas ruas...

Moradores sofrem (e como!) pela falta de ônibus e infraestrutura nestas ruas no Salto do Norte

Uma série de problemas se acumulam para os moradores das Ruas Henrique Mete e Bertha Mete no Bairro Salto do Norte em função da falta de ônibus e infraestrutura na região. A primeira está asfaltada, já a segunda, transversal, ainda é de barro.

Rua Henrique Mete - Shirlei Silva

A moradora Shirlei Silva, que conhece muito bem os problemas nos 26 anos que mora lá, disse que pegar um ônibus, é uma verdadeira maratona. Alguns moradores chegam a caminhar 2 km só para ter acesso ao transporte coletivo. Dias de chuva então, é um verdadeiro banho até chegar ao ponto. Imaginem nestes dias de sol forte, em que se corre o risco de desmaiar em função do calor, caso tenha problemas de saúde.

Se você acompanha o nosso blog, talvez se assuste como nós com a alta criminalidade em Blumenau. Então dá para imaginar, o sentimento de insegurança ao caminharem durante a noite ou madrugada, afinal nem todos tem a sorte de trabalhar somente no horário comercial. E infelizmente existem vários registros de ocorrências na região.

 

A solução parece não ser tão complicada assim!!

Mapa-Ruas-Henrique-e-Bertha-Mete

Segundos os moradores, é totalmente viável uma linha de ônibus na rua, pois existe hoje uma para a Rua Oscar Dickmann que poderia tranquilamente atender as ruas Henrique Mete e Bertha Mete. Pelo mapa é possível observar que as ruas no lado esquerdo tem pontos de ônibus. Qual seria o problema deles passarem uma ou  duas ruas antes? Os moradores só querem transporte coletivo para poder se deslocar ao trabalho, médico e lazer.

 

Seria ótimo se o único problema fosse ônibus!

 

Na Rua Bertha Mete, os moradores também sofrem com poeira e lama. Na parte mais baixa da rua tem um ribeirão, em que a cada sinal de chuva os moradores mal dormem com medo de uma inundação, o que não é difícil de acontecer.

Nossa equipe visitou algumas residências para conversar com algumas pessoas e saber das dificuldades com relação aos problemas.

Moradores da Rua Henrique Mete

Rua Henrique Mete - Rosimar

Uma delas é Rosimar Saúde Prestes (45), que nos mostrou um atestado que comprova o seu estado de saúde. Ela usa um aparelho nos rins e todo cuidado é pouco. “Quando preciso ir ao médico por exemplo, tenho que ir parando. Não posso pegar sol”, explica Rosimar. Ela nos contou também que existem mães que levam crianças de até 12 kg no colo por quase 2km.

 

Raul-e-Melentina-Gonçalves

O Sr. Raul (77) e a Sra. Melentina Gonçalves (75), dizem que é muito complicado sair de casa, porque ele tem um problema na perna e caminha com dificuldade.

Moradores da Rua Bertha Mete

Rua-Bertha-Mete-Catarina_Olga

A Sra. Catarina Nogueira Castelain (64), sofre com problemas de visão, artrose e osteoporose. Ela disse que em função da distância que precisa caminhar, nem arrisca andar todo esse caminho para pegar um ônibus. “Eu não aguentaria andar tanto, talvez com ônibus mais perto de casa, quando houvesse necessidade eu poderia ir” nos conta Catarina.

Após passar por uma cirurgia no coração com duas pontes de safena, a Sra. Olga Balsani (65), depende de ajuda quando precisa sair. “Até mesmo pra ir ao médico, não tem como eu caminhar tanto, da minha casa até o ponto são mais de 2km, com meu estado de saúde, não sei o que poderia acontecer”.

Rua-Bertha-Mete-Ribeirão

Ela nos mostrou um ribeirão que passa bem próximo da porta de sua cozinha. “Além do mau cheiro, quando chove não temos coragem de dormir. Basta a chuva ser um pouco mais forte e já temos água dentro de casa. Alguém precisa resolver o problema da parte baixa da Rua Bertha Mete”, desabafa a Sra. Olga.

O dinheiro da pavimentação já foi depositado. Só falta fazer!!

Rua-Bertha-Mete-01

Shirlei também nos relatou que o calçamento da Rua Bertha Mete, já está pago. Os moradores só querem que seja iniciada a pavimentação pela prefeitura que ainda não deu nenhum prazo. Mediante tantos problemas, os moradores estão passando um abaixo assinado, que será encaminhado ao Ministério Público caso a administração municipal não resolva os problemas.

O vereador Adriano Pereira (PT) esteve visitando a região e o vice-prefeito Jovino Cardoso ficou de marcar uma reunião com os moradores, para se inteirar de todas as dificuldades da comunidade. Estaremos acompanhando a evolução deste processo.

Fotos e texto: OBlumenauense

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS