sábado, 4 dezembro 2021
InícioEducaçãoMinistro da Educação anula decisão que retirava exigência de livro escolar sem...

Ministro da Educação anula decisão que retirava exigência de livro escolar sem erro de revisão

Ricardo Vélez Rodríguez, Ministro da Educação

 

Por João Paulo Machado

O Ministério da Educação decidiu, nesta quarta-feira (9/01/19), “tornar sem efeito” as alterações no edital para os livros didáticos que serão entregues em 2020. Publicado no dia 2 de janeiro, o edital abolia a necessidade dos materiais conterem referências bibliográficas. Também foi retirado do documento o item que impedia publicidade e erros de revisão e impressão.

Através de nota, o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, afirmou que o MEC “reitera o compromisso com a educação de forma igualitária para toda a população brasileira”.

No documento, Vélez Rodriguez “desmente qualquer informação de que o Governo Bolsonaro e a atual gestão do MEC decidiram retirar trechos que tratavam sobre correção de erros nas publicações, violência contra a mulher, publicidade e quilombolas de forma proposital”.

Ainda segundo Ricardo Vélez Rodríguez, o documento publicado anteriormente foi produzido pela gestão antigo governo e envida ao FNDE em 28 de dezembro de 2018.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS