quinta-feira, 28 outubro 2021
InícioGeralMédicos lançam campanha com dicas que se deve ter com bebês e...

Médicos lançam campanha com dicas que se deve ter com bebês e crianças enfermas

 

 

 

Foto: Daniel Zimmermann

 

Médicos da UTI Neonatal e Pediátrica do Hospital Santa Catarina de Blumenau lançaram uma campanha com dicas, histórias, prevenção e cuidados que se deve ter com bebês e crianças enfermas.

Com objetivo de se tornar um serviço de referência, visto que a unidade hospitalar recebe pacientes de diversas cidades do estado, o foco da campanha é mostrar aos médicos os serviços e diferenciais que a UTI oferece para a região. Além disso, foi criado um personagem buscando um atendimento cada vez mais humanizado e consciente.

Num perfil do Instagram, o Patinho Neo (@patinhoneo) conta algumas histórias dos pacientes que já passaram pelo hospital, bem como informa médicos, pais e mães sobre os cuidados e procedimentos dos profissionais durante o período de restabelecimento da saúde do bebê ou da criança.

“Contamos com uma excelente estrutura de equipamentos e instalações, com profissionais especialistas em diversas áreas de emergência médica infantil, oferecendo total apoio aos médicos e hospitais da região do Vale e Alto Vale Itajaí, por meio de um atendimento rápido e prestativo”, destaca a Dra. Clarissa Alberton Haas Serpa, médica da UTI.

A partir disso, médicos de outros hospitais ou atendimentos de emergência podem contar com uma estrutura completa para o redirecionamento do paciente para a UTI Neonatal e Pediátrica do Hospital de Santa Catarina de Blumenau.

Entre os serviços oferecidos pela UTI neonatal e pediátrica, estão o tratamento de pacientes com: prematuridade, cardiopatias congênitas, pós-operatório de grandes cirurgias (ortopedia, pediátrica, neurocirurgia, cardíaca), malformação e síndrome genéticas, patologias respiratórias, distúrbios metabólicos, infecções graves e traumas.

Em relação a alguns diferenciais de acompanhamento familiar nesse processo estão:

  • Acesso livre aos pais e incentivo a permanência na unidade;
  • Alojamento para as mães dos bebês que estão internados na UTI;
  • Refeições para os acompanhantes;
  • Visita do(s) irmão(s) para proporcionar o vínculo precoce;
  • Metodologia canguru, que favorece o contato entre o bebê e os pais e auxilia na recuperação mais rápida da criança;
  • Estímulo e assistência ao aleitamento materno, com apoio da equipe de enfermagem, médicos e fonoaudiologia;
  • Atendimento psicológico familiar;
  • Visita de amigos e familiares em horários agendados;
  • Som para musicalização e relaxamento das crianças;
  • Reunião mensal da equipe multidisciplinar para melhorias na unidade e discussão de indicadores de qualidade da assistência;
  • Equipe multidisciplinar, composta por médicos com registro de especialização em terapia intensiva pediátrica ou neonatal, enfermeiros, fisioterapeutas, fonoaudiólogas, nutricionistas, farmacêuticos e psicóloga.

Os médicos envolvidos no projeto são Clarissa Alberton Haas Serpa, Fernanda Rabello Ohira, Janine Conte Borges da Silveira, Juliana Spengler Abuchaim, Marcelo André Klitzke, Mario Celso Schmitt e Ricardo Pim, que contam com experiência na área, alto desempenho e cuidado humanizado com o paciente.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS