quarta-feira, 20 outubro 2021
InícioGeralMais de 200 mil comprimidos de hidroxicloroquina doados pelos EUA não foram...

Mais de 200 mil comprimidos de hidroxicloroquina doados pelos EUA não foram usados em SC

Em termos percentuais, a única das três cidades que usou todos os medicamentos apresenta índices de recuperação menores.

Muito se fala sobre a hidroxicloroquina como solução para a Covid-19, apesar de que nenhuma entidade médica mundial dê o respaldo. Segundo uma matéria do jornal Estado de São Paulo, em setembro de 2020, o ainda presidente Donald Trump, doou ao Brasil através do governo dos Estados Unidos, cerca de 458 mil comprimidos, que foram distribuídos para várias cidades brasileiras.

Em Santa Catarina, boa parte dos medicamentos foi parar em Joinville. A maior cidade do estado recebeu 160,5 mil comprimidos, mas até agora só utilizou 0,8% do total. Ou seja, pouco mais de mil comprimidos foram receitados pelos médicos aos seus pacientes com o objetivo de usá-los para a Covid-19.

As outras 159 mil unidades estão na Central de Abastecimento Farmacêutico da prefeitura e próximo do vencimento. Por isso a prefeitura de Joinville já começou o processo de devolução dos remédios para o Ministério da Saúde.

Lages, na Serra catarinense, recebeu 63 mil comprimidos, no entanto, só usou cerca de 6 mil. A única cidade que ganhou e incentivou o uso da hidroxicloroquina como alternativa de tratamento precoce, foi Pinhalzinho, no Oeste. Todos os três mil comprimidos doados foram receitados e até hoje o município mantém uma distribuição constante.

De acordo com os dados da prefeitura de cada município, Joinville registrou 59.315 casos positivos, dos quais 55.624 se recuperaram. A taxa de recuperação é de 93,78%. A população é estimada em 597.658 habitantes (IBGE/2020) e a taxa de infecção foi de 9,92%.

Já a taxa de recuperação em Lages foi ainda maior e chegou a 94,50%. A cidade registrou desde o início da pandemia, 14.025 casos positivos, dos quais 13.253 se recuperaram. A população de Lages é estimada em 157.349 habitantes e 8,91% dos moradores já se infectaram.

Em Pinhalzinho (SC), onde 1.893 moradores se infectaram com a Covid-19, 1.592 se recuperaram, ou seja, 84,10%. O município tem apenas 20.712 habitantes, dos quais 9,14% testaram positivo.

Os dados confirmam a recomendação dos organismos internacionais, da falta de eficácia no uso do medicamento para prevenção ou até cura do coronavírus. As informações sobre a doação da hidroxicloroquina fazem parte de um relatório do Ministério da Saúde divulgado pela Lei de Acesso à Informação (LAI).

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS