domingo, 28 novembro 2021
InícioGeralA jararacuçu que virou notícia em 1971

A jararacuçu que virou notícia em 1971

Cobra-1971_01Um recorte do Jornal de Santa Catarina chamou a atenção do Soni Robinson Witte, nosso colaborador. Estava dentro de um livro no lixo, faz uns 10 anos atrás. A notícia chamou a sua atenção, apesar de ser uma cena do cotidiano blumenauense onde o morador da Velha, Albano Seefeld, relata como havia achado uma enorme cobra jararacuçu no seu quintal.

Ela foi publicada no dia 21 de Janeiro de 1971, quando Albano tinha 28 anos.  Se estiver vivo, terá 71 anos, uma coincidência com a data. Na época, ele trabalhava como guarda noturno e pediu que as autoridades do município alertassem as donas de casa sobre o perigo que essas cobras ofereciam. Segundo a notícia, ele não entendia como esta cobra acabou parando em seu pátio, afinal não existia capoeira nenhuma. Preocupado, ele disse que outras poderiam aparecer em qualquer lugar, pondo em perigo a vida da população. 

E a preocupação não era em vão, afinal o veneno da cobra jararacuçu é um dos mais letais encontrados entre as cobras brasileiras.  Ao pé da letra, “jararacuçu” significa “o que tem um grande bote venenoso”. Um bote dela pode atingir a distância equivalente à sua extensão. 

Veja que interessante a notícia:

Cobra-1971_02
Clique para ampliar

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS