quinta-feira, 2 dezembro 2021
InícioGeralIntegrantes do Primeiro Grupo Catarinense na mira da Polícia Civil em Blumenau

Integrantes do Primeiro Grupo Catarinense na mira da Polícia Civil em Blumenau

 

Fotos: Marcos Fernandes

Nas primeiras horas desta terça-feira (18/12/18), a Polícia Civil saiu para cumprir 13 mandados de prisão (duas pessoas já estavam detidas) e dez de busca e apreensão. O objetivo da operação Balada Vip é desarticular o Primeiro Grupo Catarinense (PGC), uma das organizações criminosas mais perigosas de Santa Catarina.

O nome da operação faz referência ao grupo de Whatsapp criado pelos criminosos, onde eram passadas as orientações, dentro e fora dos presídios. São desde o tráfico de drogas, roubos e homicídios.

Essa foi a quarta operação contra o PGC. Em outubro foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão e 26 de prisão, quando foi deflagrada a segunda fase da operação Primordium.

Uma coisa é certa: se desarticularmos uma organização criminosa, surgirá outra. Precisamos é criar opções para que os jovens tenham oportunidades, além de dar a punição exemplar e assim percebam que o crime não compensa.

O que adianta os policiais correrem risco de morrer em operações semelhantes, se nossa legislação continuar com brechas tão absurdas que permitem criminosos logo serem soltos.

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS