quarta-feira, 1 dezembro 2021
InícioGeralInstituição de Microcrédito subsidia horta em ONG que atende comunidade carente de...

Instituição de Microcrédito subsidia horta em ONG que atende comunidade carente de Blumenau

 

 

Um pequeno espaço verde cultivado com cuidado e amor pode gerar um grande impacto em uma comunidade. É com esse ideal que a BluSol, Instituição Comunitária de Crédito Blumenau Solidariedade, contribuiu para a criação da Horta Comunitária na Casa de Acolhida São Felipe Neri, em Blumenau. O projeto começou em abril de 2018 e tem o objetivo de desenvolver uma formação socioambiental de sustentabilidade e empoderamento na comunidade, que gere atitudes de pertencimento, autonomia e cooperação.

Com uma rotina cada vez mais agitada e quase automática, alguns princípios importantes acabam sendo deixados de lado. Isso reflete na alimentação, na conscientização e até em pequenos aprendizados diários que podem servir como lição para a vida. Com esta percepção e com o desejo de aproximar crianças, adultos e uma comunidade para uma reflexão sobre cultivo de alimentos, senso de empoderamento e pertencimento, replicação de hortas de modo sustentável, ter atitudes de participação e autonomia, além do desenvolvimento do trabalho de equipe, surge a Horta Comunitária na Casa de Acolhida São Felipe Neri.

 

 

A implantação da horta traz a possibilidade de plantar diversos tipos de alimentos e ervas (vegetais, temperos e chás) para uso na cozinha da entidade, colaborando para uma alimentação mais saudável. De acordo com Moramai Leandro, hoje o projeto está mais amplo, pois inicialmente o foco era apenas a horta, agora a horta é uma ferramenta de trabalho.

“Além de contribuir com alimentos para a Casa, a Horta Comunitária está ajudando os integrantes a resgatarem seu conhecimento de plantas, a valorizar e trocar suas experiências de vida e a compartilhar conhecimentos. Elas também aprendem a lidar com as diferenças e dificuldades uma das outras e dedicam nos encontros um momento para expressar sentimentos, conversar e expor suas curiosidades e dúvidas. Foi através do projeto que começaram a desenvolver hortas em suas residências, multiplicando o que aprendem no projeto”, comenta Moramai.

 

Hoje participam do projeto 24 pessoas de forma direta e 72 pessoas de forma indireta. O Projeto conta com o apoio técnico das biólogas Moramai Leandro e Fabiana de Favere, através do Programa de Responsabilidade Social e Ambiental da BluSol que foi implantado baseado nos três pilares fundamentais de manutenção de uma organização: viabilidade econômica, responsabilidade social e sustentabilidade ambiental.

Casa de Acolhida São Felipe Neri

A Casa de Acolhida São Felipe Neri atua diretamente com crianças e adolescentes entre cinco e 14 anos no contraturno escolar. Tudo começou em 2012, no bairro Velha Grande, em Blumenau. Dois amigos, conhecendo a realidade e as fragilidades sociais daquela região começaram a fazer ações pontuais, dando início ao Projeto Natal Solidário. Na primeira edição, em 2012, 157 crianças foram atendidas; em 2013 foram 264 crianças, e em 2014 o número subiu para 348 crianças atendidas diretamente e cerca de 1 mil pessoas da comunidade indiretamente.

Ao passar dos anos, outros voluntários foram aderindo à ideia, formando o grupo Amigos da Solidariedade. Depois surgiu a necessidade de atuar mais efetivamente com essas crianças e adolescentes em vulnerabilidade social e então, após uma conversa e orientação espiritual com o Pároco da comunidade, Padre Roberto Carlos Cattoni, surgiu a Casa de Acolhida São Felipe Neri.

Para participar desta entidade, a criança precisa estar matriculada e frequentando o ano letivo em escola municipal ou estadual, e a intenção é acolher esses estudantes com atividades e encaminhamento para o mercado de trabalho, criando uma perspectiva de um futuro melhor. Hoje, a instituição atende mais de 70 crianças de 38 famílias e mais 31 famílias estão cadastradas e recebem doação de alimentos.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS