domingo, 26 setembro 2021
InícioSaúdeCoronavírusEx-moradora de Blumenau relata cuidados adotados em Portugal para enfrentar o Covid-19

Ex-moradora de Blumenau relata cuidados adotados em Portugal para enfrentar o Covid-19

 

 

 

 

Fotos: acervo pessoal de Liliane Machado

A jornalista Liliane Machado é um rosto conhecido pelos moradores do Vale do Itajaí, em especial Blumenau. Gaúcha de Cruz Alta (RS), durante anos ela fez da equipe de jornalismo da RIC TV, atual ND TV. Algum tempo depois de sair da emissora, ela e o marido decidiram ir para Portugal. No dia 20 de setembro de 2018, o casal partiu para viver na Europa depois de 12 anos em Blumenau.

 

 

Eles residem em Braga, localizada no Norte do país, com uma população de 126.710 habitantes (2011). A cidade milenar foi fundada em 16 A.C. quando fazia parte do Império Romano, e na época foi chamada de Bracara Augusta em homenagem ao imperador Augusto (r. 27 A.C.–14 D.C.).

Portugal já registrou 14 mortes pelo Covid-19, teve 1.600 casos confirmados e 11.779 aguardam o resultado do exame laboratorial. Em Braga, há 27 pessoas infectadas com o coronavírus. O país também adotou o isolamento domiciliar, como praticamente todo mundo, para evitar o contágio do vírus que causou a primeira pandemia mundial desse século.

Neste vídeo, Liliane mostra um pouco de como o governo português e o povo se comportam quando vão a um supermercado. Tem detalhes interessantes como marcações vermelhas no chão antes de entrar, para orientar a distância ideal entre as pessoas para evitar o contágio da doença.

O segurança do estabelecimento utiliza luvas e há um aviso informando sobre a limitação de pessoas por loja. Não havia nenhum problema de abastecimento, diferente de duas semanas atrás quando a população estocou alimentos e outros produtos com receio que faltasse.

Outro detalhe interessante, é que os cães que acompanham seus tutores aguardam soltos no lado fora até que voltem. Confira mais informações interessantes neste vídeo gravado no sábado (21/03/20).

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS