domingo, 17 outubro 2021
InícioEventosEstudantes avaliam conferência sobre prevenção de desastres que ocorreu no Japão

Estudantes avaliam conferência sobre prevenção de desastres que ocorreu no Japão

 

Foto: Marcelo Martins

Entre os dias 31 de outubro e 1º de novembro, cincos alunos da Escola de Educação Básica (EEB) João Widemann representaram o Brasil na Conferência sobre o Dia Mundial de Conscientização dos Riscos e Desastres Naturais, que aconteceu na província de Wakayama, no Japão. Os custos da viagem ficaram por conta do governo do país asiático.

Participaram do evento aproximadamente 450 estudantes do ensino médio de 48 países para discutir questões relativas à prevenção. O principal objetivo foi promover a conscientização da comunidade internacional sobre desastres naturais, inclusive sobre o perigo de tsunami.

 

 

Na tarde desta segunda-feira (19/11/18), eles foram recebidos no gabinete do prefeito Mário Hildebrandt, que teve a participação da Secretaria de Defesa do Cidadão (Sedeci). No encontro, os estudantes relataram as atividades desenvolvidas durante o seminário, incluindo a forma que tratam a prevenção naquele país.

Durante os sete dias do seminário, dois deles foram com atividades. Eles destacaram a preocupação do governo japonês para reduzir ao máximo os danos e as simulações realizadas durante o seminário. Como exemplo, foi citada a evacuação de um trem e subida de uma colina para proteção contra tsunami e a permanência embaixo de mesas como forma de buscar segurança nos casos de terremotos.

 

 

De acordo com Lucas Kühl dos Santos, do 3º ano do ensino médio, “com a experiência obtida no Japão, percebemos que a falta de informações e comunicação entre as pessoas é o que mais dificulta a prevenção contra os desastres”. Para a Defesa Civil, os alunos poderão a partir de agora divulgar as experiências nas instituições e ajudar a Sedeci nos trabalhos para reforçar a prevenção contra desastres no município.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS