Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Duas jovens e um bebê já morreram por meningite em Santa Catarina neste ano

 

 

No dia 16 de junho, a morte de uma estudante de 12 anos em Imbituba (SC) por meningite bacteriana, chamou a atenção para a presença da doença. A adolescente tinha adquirido a bacteriana estava internada em Florianópolis quando veio a falecer e o caso dela foi bacteriana, causada pela Neisseria meningitidis. Uma outra estudante da mesma idade, também está internada com suspeita de ter contraído a mesma doença, mas o caso ainda está em investigação.

A Diretoria aguarda o resultados dos exames para confirmar ou descartar o caso. Todas as escolas do município ficaram fechadas e os Jogos Estudantis de Imbituba (JEIMB) que estavam sendo realizados na cidade foram suspensos. A medida foi tomada para evitar a aglomeração de pessoas em locais fechados.

A vigilância já iniciou a distribuição de um antibiótico para evitar novos casos, porque a doença pode ser transmitida pelas vias respiratórias e por gotículas e secreções do paciente. Esta bactéria causa inflamação nas membranas que revestem o sistema nervoso central (meningite) e infecção generalizada com manchas pelo corpo, levando rapidamente à morte.

Também foram registrados um óbito pela doença de uma mulher de 18 anos em Lages, e de um bebê de 9 meses em Jaraguá do Sul. Segundo a Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC), em Blumenau foram registrados dois casos de meningite, mas nenhum com óbito. Na região também apareceram casos em Itajaí (1),  Navegantes (1), Balneário Camboriú (1), Bombinhas (1) e  Itapema (1).

No total foram confirmados 19 pacientes com doença meningocócica, incluindo ainda os municípios de Turvo (1), São Francisco do Sul (1), Garopaba (1), Lages (1), Porto União (1), Jaraguá do Sul (1), Fraiburgo (1), Criciúma (1), Palhoça (1) e Imbituba (1).

Mas calma, ela é grave, no entanto quando for tratada em tempo,  a maioria das pessoas se recupera de meningite. Em alguns casos podem deixar sequelas como danos cerebrais, perda de audição e dificuldades de aprendizagem.

Posts relacionados

Top