domingo, 5 dezembro 2021
InícioGeralDepois de 21h de julgamento, Elias Schroeder é absolvido

Depois de 21h de julgamento, Elias Schroeder é absolvido

O julgamento de um dos crimes que mais chocou os blumenauenses, teve um final surpreendente. Elias Schroeder foi acusado de ser o mentor da morte de Maria Rosângela, que após ser assassinada, teve o corpo enrolado em plásticos e um lençol. Ela foi encontrada no dia 1/02/2011 na Estrada Geral do Ouro, em Gaspar, uma semana depois de desaparecer.

Mas o júri popular não entendeu desta forma. Das 25 pessoas convocadas, 19 estiveram presentes e destas 7 foram sorteadas para integrar o conselho de sentença. As provas não foram suficientes para convencê-los do envolvimento de Elias e a maioria votou pela sua absolvição. O júri foi presidido pelo juiz da 1º Vara Criminal da Comarca de Blumenau, Juliano Rafael Bogo e o promotor André Otávio Vieira de Mello que trabalhou na acusação.

O julgamento começou por volta das 9h30min de quarta-feira no Fórum de Blumenau, e durou 21h terminando às 6h desta quinta-feira (24).

Todos os outros envolvidos foram condenados, menos ele. Vanessa Nardes foi a primeira a ser julgada em 2013, recebendo a sentença de 26 anos e 11 meses de reclusão em regime fechado. Edemir Pelin foi o segundo, sendo condenado a 23 anos em dezembro. Elias apenas recebeu como pena um ano de reclusão por ocultação de cadáver, e que ainda foi revertida em prestação pecuniária fixada em 5 salários mínimos.

O delegado responsável pelo inquérito policial foi Bruno Effori. A acusação ainda irá recorrer da sentença.

Fonte: Santa

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS