terça-feira, 30 novembro 2021
InícioGeralDepois de 153 dias preso, Evanio Prestini consegue liberdade provisória

Depois de 153 dias preso, Evanio Prestini consegue liberdade provisória

 

 

 

Fotos: Natalino Civiero | NW Blumenau

Por volta das 18h50min desta sexta-feira (26,/07/19), o ministro João Otávio de Noronha, do Superior Tribunal de Justiça (STJ) concedeu liberdade provisória para Evanio Wylyan Prestini, de 31 anos. O motorista do Jaguar que se envolveu no acidente na BR-470 em Gaspar (SC), onde duas mulheres morreram e outras três ficaram feridas. Ele estava preso no Presídio Regional de Blumenau desde o dia 24 de fevereiro, quando a prisão em flagrante foi convertida em preventiva.

 

 

A partir desta data, alguns advogados assumiram e deixaram o caso, mas finalmente o habeas corpus foi concedido. A ordem de soltura foi assinada às 21h32min pela juíza substituta da comarca de Gaspar, Cibelle Mendes Beltrame, e em 45 minutos, ele deixou a unidade prisional no carro dos advogados.

 

 

Apesar da liberdade provisória, Prestini terá que cumprir medidas cautelares como não dirigir, não sair de Guaramirim, e se apresentar a cada 30 dias em juízo para prestar esclarecimento das atividades. Além disso, ele não poderá frequentar bares, boates e similares. Também será obrigado a permanecer em casa entre às 20h e 6h.

 

 

Enquanto os familiares de Evânio comemoram a volta do filho, os de Amanda Grabner Zimmermann, de 18 anos, e Suelen Hedler da Silveira, de 21, tem a sensação de impunidade. O teste do bafômetro aplicado pela Polícia Rodoviária Federal em Evânio, logo após o acidente, apontou 0,72 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões.

 

Suelen Hedler da Silveira, de 21 anos; e Amanda Grabner Zimmermann, de 18.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS