segunda-feira, 18 outubro 2021
InícioSaúdeCoronavírusCovid-19: Blumenau e região voltam ao nível gravíssimo da Matriz de Risco...

Covid-19: Blumenau e região voltam ao nível gravíssimo da Matriz de Risco Potencial

A informação foi divulgada neste sábado (13/02) pela Secretaria de Estado da Saúde.

O Médio Vale e a Foz do Rio Itajaí voltaram ao nível gravíssimo da Matriz de Risco Potencial em relação à Covid-19. A informação foi divulgada neste sábado (13/02/21) pela Secretaria de Estado da Saúde, que atualizou a Matriz.

Pela nova classificação, 12 regiões do estado se encontram em nível gravíssimo (cor vermelha) e quatro em nível grave (cor laranja). Em comparação com os dados divulgados no último boletim (6/02) foram as únicas regiões que recuaram do grave para o gravíssimo.

As regiões Carbonífera, Laguna, Estremo Sul e Alto Vale do Itajaí permanecem no nível grave (cor laranja).

Divulgação aos sábados

Desde a semana passada, a Matriz de Risco Potencial Regional, que avalia as condições da Covid-19, passou a ser divulgada aos sábados, com dados coletados nas sextas-feiras. As alterações e as medidas sanitárias passaram a ser aplicadas na segunda-feira subsequente. O objetivo da alteração na data e do início das ações foi proporcionar a atividades e às cidades maior prazo para adequações/restrições sanitárias, diante de eventuais mudanças de classificação, bem como facilitar a organização dos órgãos fiscalizatórios.

Dados da Covid-19

Santa Catarina registrou 608.544 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus, dos quais 583.085 estão recuperados e 18.773 permanecem em acompanhamento. Os números foram divulgados nesta sexta-feira (12). A doença respiratória causou 6.686 óbitos no estado desde o início da pandemia. Esses números colocam a taxa de letalidade em 1,1%.

Em comparação com o último boletim, houve mais 36 óbitos registrados. A quantidade de casos confirmados cresceu 3.361 e outras 2.857 pessoas passaram a ser consideradas recuperadas, segundo estimativa do Governo do Estado. Registrou-se um aumento de 468 no número de casos ativos.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS