sexta-feira, 17 setembro 2021
InícioClimaChuvas causam quedas de barreiras, alagamentos e deixam famílias ilhadas

Chuvas causam quedas de barreiras, alagamentos e deixam famílias ilhadas

Em Indaial, por exemplo, a Defesa Civil registrou 43,6 mm em apenas uma hora.

O temporal que caiu no início da noite de quinta-feira (28/01/21) causou diversos prejuízos no Vale do Itajaí. Uma das cidades mais atingidas foi Indaial, onde choveu 43,6 mm em apenas uma hora. O resultado foram ruas alagadas, tanto que a Defesa Civil do município recebeu ligações com 50 ocorrências desse tipo.

 

Até às 20h25, a Defesa Civil de Rodeio tinha registrado várias ocorrências. No bairro Rodeio 12, a lama ficou sobre a pista da SC-110, próximo da Flora Piske. No Rodeio 32, caiu uma barreira na Rua Rio Belo. Nos bairros Rodeio 50, Glória e São Pedro Velho, também houve problemas causados pelas chuvas.

 

Já em Ascurra, os Bombeiros Voluntários da União (Ascurra, Apiúna e Rodeio) foram acionados às 22h30 para resgatar famílias ilhadas na Rua Ribeirão Santa Bárbara. Um ribeirão na localidade transbordou e impediu o deslocamento dos moradores.

Dados do Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CIGERD) apontam que choveu 63 mm durante o evento climático.

Queda de barreira na SC-350, em Ituporanga (SC)

Na rodovia SC-350, no bairro Cerro Negro, em Ituporanga (SC), houve uma queda de barreira na localidade de Cerro Negro. Os Bombeiros Militares foram ao local às 21h e precisaram lavar a pista devido ao acúmulo de lama que cobria totalmente o trecho. A Defesa Civil do município esteve no local prestando apoio à ocorrência.

 

Outro trecho da rodovia que registrou deslizamentos no município de Rio do Oeste, também no Alto Vale do Itajaí. Foram duas quedas de grande porte na localidade de Anta Gorda. A prefeitura conseguiu desobstruir a rodovia, mas por enquanto só podem passar veículos de pequeno porte. A lama na pista, requer atenção especial dos motoristas, já que a pista fica mais lisa.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS