quarta-feira, 1 dezembro 2021
InícioGeralCédula de um cruzeiro ajuda na prisão de bandido que praticou 2...

Cédula de um cruzeiro ajuda na prisão de bandido que praticou 2 assaltos

Um_CruzeiroNa noite deste domingo (27), a Polícia Militar atendeu por volta das 21h56min, uma ocorrência de roubo na Rua São Paulo, próximo a Ponte Tamarindo (Itoupava Seca). A vítima disse que estava dentro de um ônibus (linha 10) quando foi surpreendida por um homem de aproximadamente 25 anos, que simulou estar armado.

Ele anunciou o assalto e pediu o celular. Mesmo ela não entregando o aparelho, o bandido conseguiu roubar a sua carteira pessoal, com os documentos de identidade, cartão de loja e uma antiga cédula de “Um Cruzeiro”. Em seguida o assaltante desembarcou do ônibus e fugiu. A vítima desembarcou somente no próximo ponto. A PM realizou buscas nas proximidades, mas nenhum ladrão não foi localizado.

Um pouco mais tarde, já na madrugada desta segunda-feira (28), eram 00h38min quando a PM atendeu outra vítima de assalto, agora na Rodoviária de Blumenau. Ela relatou que foi surpreendida por um assaltante que roubou o seu celular após ameaçá-la e depois fugiu. A guarnição que atendeu a ocorrência, fez buscas na região e abordou um suspeito na Rua São Paulo, próximo ao IGP.

Após busca pessoal foi encontrado o celular que havia sido roubado há pouco, além de dois outros e uma cédula de “Um Cruzeiro”. A vítima do segundo assalto estava com passagem de ônibus comprada para Videira, e não quis se deslocar até a delegacia para registrar o roubo. Então foi devolvido o seu aparelho e ela seguiu viagem.

Diante da suspeita de que o detido poderia ser o mesmo da ocorrência anterior, foi contatada a primeira vítima, que se deslocou ao local e de imediato reconheceu o ladrão, além da cédula de “Um Cruzeiro”. Mas a carteira pessoal não foi localizada. Foi dada voz de prisão ao assaltante, que acabou confessando a autoria nos dois roubos. Em seguida ele foi conduzido para Central de Polícia.

Fonte: Polícia Militar de Blumenau

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS