terça-feira, 7 dezembro 2021
InícioGeralCausas da segurança pública, palavras de Bolsonaro em Davos, convenções do PSDB...

Causas da segurança pública, palavras de Bolsonaro em Davos, convenções do PSDB e inovações

 

Por Andréa Leonora, editora da Coluna Pelo Estado

 

 

Causas da Segurança Pública

Deputado federal mais votado de Santa Catarina, com mais de 179 mil votos, o comunicador Hélio Costa (PRB) foi o primeiro congressista a visitar a sede da Associação de Praças (Aprasc), presidida pelo subtenente da reserva João Carlos Pawlick.

No encontro, Costa, que se projetou como repórter e apresentador em coberturas policiais, e por isso tem relação de mais de 40 anos com as forças de segurança do Estado, garantiu que terá como uma das principais bandeiras a defesa da Segurança Pública. “Sempre tive uma ótima relação com as polícias militar e civil. Vamos trabalhar fechados e defendendo os interesses dos nossos policiais e bombeiros em Brasília”, destacou Hélio Costa.


“Nossa missão agora é avançar na compatibilização entre a preservação do meio ambiente e da biodiversidade com o necessário desenvolvimento econômico, lembrando que são interdependentes e indissociáveis. Os setores que nos criticam têm, na verdade, muito o que aprender conosco. Queremos governar pelo exemplo e que o mundo restabeleça a confiança que sempre teve em nós”.

Trecho do discuro do presidente Jair Bolsonar em Davos, Suíça, na abertura da sessão plenária do Fórum Econômico Mundial


Tucanos Apesar da pouca divulgação, na segunda-feira (21/01/19) ocorreu a primeira reunião ordinária do ano da Executiva do PSDB-SC. Em pauta, as definições a respeito das convenções municipais e estadual. Tucanos de alta plumagem, como o ex-prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes, e o senador Paulo Bauer, circularam ontem pelo centro de Florianópolis. Candidato a vice-governador na chapa liderada pelo MDB do deputado federal Mauro Mariani, Bernardes é uma das apostas para presidir o partido.

As convenções zonais e municipais do PSDB para localidades com menos de 500 mil eleitores deverão ser realizadas entre os dias 29 de março a 1º de abril. No caso das convenções estaduais, o período determinado é entre 3 a 6 de maio. A convenção nacional do PSDB, que vai definir uma nova Executiva para o partido, será realizada no dia 31 de maio. Até lá, os tucanos catarinenses e nacionais discutem no ninho quais serão os novos rumos do partido, que perdeu força em 2018.


Inovação

Já pensou em receber diariamente conteúdo exclusivo sobre inovação no setor público. A WeGov, empresa catarinense que tem como foco o aprendizado em Governo, criou um programa de envio por 101 dias de informações neste sentido. Tem interesse? Basta se inscrever em www.wegov.net.br

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS