sábado, 22 janeiro 2022
InícioGeralBlumenauenses irão à Florianópolis pedir apoio do governador contra a aprovação da...

Blumenauenses irão à Florianópolis pedir apoio do governador contra a aprovação da CPMF

Por volta das 13h desta terça-feira (16/02/16), um grupo de blumenauenses irá para Florianópolis com o objetivo de chamar a atenção do governador Raimundo Colombo, cobrando seu empenho pela não aprovação da CPMF e que apoie o impeachment. Em relação ao imposto o governador já se manifestou contra.

Caso seja aprovado, irá desencadear, a princípio, um novo tributo com base na alíquota de 0,18% sobre cada operação financeira realizada, em cascata. Ou seja, o tributo é cobrado diversas vezes sobre a mesma operação. Mas como Colombo apoiou a presidente Dilma Rousseff na última eleição, é natural que não apoie sua saída do cargo.

governador-audiencia_16-02-16Uma das coordenadoras dessa ida à capital catarinense é a Raquel Bartel (Indaial), representando o Instituto Verdade e Liberdade, formado por ex-integrantes do Movimento Livre Brasil Blumenau, que promoveu as manifestações pelo impeachment na cidade. A ação está alinhada com outros 22 estados do país, onde grupos irão para a frente do Centro Administrativo nessas capitais, com o mesmo propósito. O horário para todas ações está marcado para às 16h.

De acordo com Raquel, o número de integrantes da comitiva acabou reduzido, pela dificuldade em conciliar a manifestação com o horário de trabalho: “Essa foi a principal razão para que a nossa região e o município de Florianópolis, talvez, sejam os únicos a enviar representantes. Os manifestantes preferem ir no final de semana, mas querem mostrar que, assim como os movimentos de esquerda, também conseguem se manifestar nesse período.

A coordenadora disse que não conseguiram agendar uma audiência com o Governador Raimundo Colombo, em virtude de um suposto compromisso para essa data. No entanto, o não comparecimento do Governador não impedirá a realização da manifestação.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS