quarta-feira, 1 dezembro 2021
InícioEsporteAtleta radicado em Blumenau representará o Brasil em prova de resistência, nos...

Atleta radicado em Blumenau representará o Brasil em prova de resistência, nos EUA

 

 

Fotos: Daniel Zimmermann

O ultra triatleta Daniel de Oliveira, radicado em Blumenau, embarca nesta sexta-feira (2/10/18), para os Estados Unidos. A partir do dia 06 de novembro, ele irá representar o Brasil no Decaman – Clássico – USA 2018 – uma das principais competições de resistência do mundo. A prova será realizada no Parque Estadual de Fontainebleau, em New Orleans. Serão 38 km de natação, 1800 km de ciclismo e 422 km de corrida. Os atletas terão até o dia 19 de novembro para finalizar o desafio.

 

 

“Estou indo pra lá com o objetivo claro de me tornar o homem mais resistente do mundo, alcançando o recorde mundial que hoje é de 190 horas e 17 minutos. Estou pronto para superar essa marca e terminar a prova em até oito dias”, explica Daniel de Oliveira.

O atleta já tem experiência em provas de resistência. Em 2016, ele foi campeão mundial do Quintuple Triathlon. Ano passado, ele também disputou o Decaman, mas com uma diferença: a prova foi realizada no deserto de Lion, no México. Daniel terminou em segundo lugar, depois de enfrentar alguns problemas.

 

 

“No México, a temperatura variava entre cinco e 35 graus. Agora, nos Estados Unidos, ela não deve passar de 20 graus, nem baixar de 10. Além disso, é um percurso totalmente plano. Para o ciclismo, isso faz toda a diferença. Vou ter um staff americano cuidando das minhas contagens, ao contrário do que aconteceu no México, quando fui prejudicado pela equipe de apoio”, destaca.

Nos últimos dias, Daniel reduziu a carga de treinos físicos como estratégia de preparação. Ele engordou cinco quilos pra suportar os dias intensos que terá pela frente na próxima semana. Ao todo, 15 atletas, de 10 países, vão brigar com Daniel pelo título do Decaman – Clássico – USA 2018.

“Estou cuidando da parte mental mais do que nunca. A minha atenção está toda voltada para superar os limites da minha mente e não deixar nenhum pensamento pequeno curvar as minhas pernas. Mesmo se eu sentir dor, sofrer alguma lesão, quero seguir em frente pra concluir a prova”, finaliza.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS