sexta-feira, 30 julho 2021
InícioSaúdeCoronavírusAlta de paciente internada com Covid-19 há 73 dias é comemorada por...

Alta de paciente internada com Covid-19 há 73 dias é comemorada por profissionais da saúde

Imaginem o alívio de Tatiane de Lima Alves Rautenberg, de 46 anos, ao receber a notícia da alta médica nesta segunda-feira (14/06/21). Uma batalha pela vida que começou há 73 dias, quando ela veio ao Pronto Socorro do Hospital Santo Antônio, após ser encaminhada com o diagnóstico positivo para Covid-19, em um dos testes realizados no Parque Vila Germânica.

Desde então a família viveu a aflição de tantas outras no município, que ainda passam pela mesma situação. A notícia da intubação, o encaminhamento para a UTI e o agravamento do quadro grave do saúde.

Mesmo assim, todos sempre acreditavam na melhora de Tatiana, que foi acompanhada por diversos médicos durante o período de internação. Mas a porta-voz da alta ficou a cargo da médica residente em clínica, Nyara Walleska Maciel de Franca, acompanhada do seu preceptor, Leonardo Rodrigues da Silva.

Tatiane e sua filha Rubia, não conseguiram conter as lágrimas ao ouvir da médica a confirmação de que havia se recuperado e poderia voltar para casa. “Depois de tudo que passamos, os dias de internações, as angustias, poder levar minha mãe para casa é uma felicidade sem explicação”, comentou a filha.

Como é de praxe para marcar esse momento importante, a paciente foi surpreendida dom balões e um cartaz. Tatiane agradeceu o carinho de toda a equipe, não só com ela, mas todos os pacientes “Que vocês continuem ajudando as pessoas, que Deus deu esse bom para vocês e que repassem o carinho para as equipes da noite e do outro turno”, disse emocionada Tatiane ao deixar a unidade de saúde.

Graças ao trabalho incrível dos profissionais de saúde de Blumenau, das 55.392 pessoas infectadas no município, 97,2% se recuperaram da doença. E apesar das tristes 541 vidas perdidas em decorrência da Covid-19, elas representam apenas 0,98% do total de casos positivos. No Estado e país esse percentual é muito maior.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS