terça-feira, 18 maio 2021
InícioGeralAcidentes dentro de casa representam 19% das mortes provocadas por raios no...

Acidentes dentro de casa representam 19% das mortes provocadas por raios no Brasil

Foto: Elat/Inpe
Foto: Elat/Inpe

 

Estudo do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais revela que 1.790 pessoas morreram em consequência de descargas elétricas entre 2000 e 2014 no Brasil. Desse total, 76% ocorreram na primavera e no verão. O país é líder mundial na incidência de raios, com 50 milhões de descargas por ano. Por isso, o Elat alerta para algumas medidas que podem evitar acidentes.

Segundo o coordenador do Elat, Osmar Pinto Junior, a maioria dos acidentes com raios acontece ao ar livre. Uma em cada quatro mortes foi registrada durante atividades rurais. “Quanto mais aberto o espaço, maior é o perigo de cair um raio ali. E no campo há muitos objetos que podem atrair as descargas: árvores, cercas de arame, o maquinário e até as enxadas. Ficar próximo desses objetos representa um risco muito grande, que é intensificado se não houver uma cobertura adequada para que a pessoa possa se abrigar da tempestade”, explicou.

Durante as tempestades, campos de futebol e praias também devem ser evitados. De acordo com o levantamento do Elat, 8% das mortes por raio ocorreram em campos de futebol e 5% em praias.

Nas cidades, carros, ônibus e motocicletas também representam risco. Por serem construídos com peças metálicas, se transformam em “para-raios ambulantes”, contribuindo para a morte de 11% das vítimas de descargas elétricas.

Fique atento a esta dica: se você estiver em um local sem abrigo próximo e sentir que seus pelos estão arrepiados ou que sua pele começou a coçar, um raio pode estar prestes a cair. Caso isto aconteça, você deve se ajoelhar e se curvar para a frente, colocando as mãos nos joelhos e a cabeça entre eles. De modo algum, deite.

“Dessa maneira, a superfície de contato do corpo diminui e não se torna uma estrutura atrativa para a descarga vinda do céu. É importante também não deitar, para que a pessoa não seja atingida pela corrente elétrica que pode ser descarregada no solo”, alertou Osmar Pinto Junior.

Ambientes fechados

Os cuidados não se restringem a locais abertos. Mesmo dentro de casa, é importante ter atenção. Segundo os dados do Elat, 19% dos óbitos entre 2000 e 2014 aconteceram dentro de casa, ocupando a segunda colocação no ranking de ocorrências. Com cinco ações, é possível reduzir drasticamente o perigo de sofrer uma descarga elétrica. Durante as tempestades, deve-se evitar telefones com fio ou celulares enquanto estão sendo carregados. Fique longe das tomadas. Casas com portas e janelas de metal são outro perigo em potencial. Por isso, é importante ficar longe dessas peças. Varandas e sacadas também devem ser evitadas assim como banhos em chuveiro elétrico.

Fonte: MCTIC

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS