domingo, 17 outubro 2021
InícioEventos20º Festinver traz show "Eu vim da Bahia" no dia 9 de...

20º Festinver traz show “Eu vim da Bahia” no dia 9 de julho para Gaspar

Margareth-Menezes

A programação do 20º Festival de Inverno de Gaspar (Festinver) traz para Gaspar no dia 9 de julho o show “Eu vim da Bahia”, com os músicos Margareth Menezes, Marco Lobo, Alexandre Leão e Rafael Vernet. O evento, que tem parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc), acontecerá no Salão Cristo Rei. A abertura acontecerá a partir das 21h com a apresentação de Mareike Valentin e Banda.

A entrada para o show será um quilo de alimento não perecível. Os ingressos deverão ser retirados antecipadamente entre os dias 6 e 9 de julho no hall da Prefeitura de Gaspar (rua Coronel Aristiliano Ramos, 435, Centro) ou na sede da Fundação Municipal de Esporters (rua Itajaí, 2300, Poço Grande), no horário das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h. Cada pessoa poderá retirar no máximo três ingressos. No dia da retirada, a pessoa já deverá levar o alimento não perecível. Serão disponibilizados ao todo 450 ingressos para o show.

O show “Eu vim da Bahia” vai mostrar sucessos baianos em formato acústico. Versões intimistas serão apresentadas ao público e o percussionista Marco Lobo, anfitrião da noite, vai receber, junto com o pianista Rafel Vernet, a voz de Margareth Menezes e Alexandre Leão.

O Duo Marco Lobo e Rafel Vernet começam o show mostrando versões instrumentais de Pablo Milanez, Tom Jobim e João Donato, convidando o Alexandre Leão e a Margareth Menezes em seguida, onde fazem uma leitura acústica de sucessos de compositores baianos, dentre eles, Dorival Caymmi, Gilberto Gil, Caetano Veloso e João Gilberto.

Sobre os músicos do show “Eu vim da Bahia”

Margareth-Menezes_01
Margareth Menezes

Cantora, compositora, produtora, atriz e empresária brasileira Margareth foi indicada para o Grammy Awards e Grammy Latino conhecida por interpretar a canção “Dandalunda”, a cantora soma 21 turnês mundiais, e é considerada pelo jornal estadunidense Los Angeles Times, como a “Aretha Franklin brasileira”. A artista já recebeu diversas premiações, dentre elas estão o Troféu Caymmi, Troféu Imprensa, Troféu Dodô e Osmar e Troféu Axé de Turismo.

Marco Lobo

O percussionista baiano já gravou e acompanhou diversos artistas, dentre eles Milton Nascimento e o baterista Billy Cobham. Desde criança extraia som dos mais inusitados objetos. Em 2007, Marco lançou seu primeiro álbum solo e atualmente tem três discos lançados. Também ministra oficinas de percussão por todo país.

Alexandre Leão

Nascido em Salvador, o artista começou sua carreira gravado por Maria Bethânia. Na sequência, várias de suas canções também foram interpretadas por outros artistas e Pop Zen (Alexandre Leão, Manuca Almeida e Lalado), em especial, se tornou conhecida na voz de Ivete Sangalo, da Banda Lampirônicos, da Família Caymmi e mais recentemente por Arnaldo Antunes em seu novo CD.

Rafael Vernet

Músico de formação erudita, Vernet começou a carreira participando de concursos de piano, país afora. A música popular entrou profissionalmente em sua vida nos anos 80, em Porto Alegre (RS), quando começou a acompanhar artistas gaúchos em turnê.

A experiência e o talento no gênero, alçaram o instrumentista a participar de projetos com grandes músicos brasileiros como Hermeto Pascoal, Ed Motta, Paulinho da Viola, Lô Borges, Toninho Horta, Joyce Moreno, e estrangeiros como Jean-Paul; Bluey; Maunick, Jan Dumée e Harvey Wainapel, entre outros. Vernet também acumula apresentações em festivais de jazz nos Estados Unidos, Europa e Ásia.

Fonte: SECOM/Gaspar

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS