quinta-feira, 28 outubro 2021
InícioEconomia2016 será ainda mais desafiador: e agora?

2016 será ainda mais desafiador: e agora?

nuvens-financeiro

Texto: Sabrina Hoffmann| Fotos: Daniel Zimmermann

Consultores que criaram treinamento para momentos tempestuosos avisam que não há como desviar do cenário crítico, mas algumas estratégias podem fazer com que as empresas e os profissionais permaneçam em segurança neste período.

Se em 2015 grande parte do empresariado brasileiro enfrentou dificuldades nos negócios, em 2016 as adversidades devem continuar. Segundo a agência de classificação de risco Fitch, com a crise econômica o endividamento das empresas será maior no próximo ano. Só em 2015, 32% delas já apresentavam essa situação.

E é justamente no momento de dificuldade que o planejamento pode fazer a diferença na rotina dos negócios. Quem aponta para a questão são os consultores Roberto Vilela e Juliano Sant’Ana. Criadores do workshop Storm, eles abordam atitudes fundamentais para quem precisa superar as adversidades nos negócios.

Roberto-Vilela
Roberto Vilela

De acordo com Roberto, uma das ações mais importantes para o momento da tempestade é ter informações seguras para a tomada de decisão. “Seja numa empresa ou numa maratona, quando algo dá errado, é preciso definir uma estratégia. As informações precisam estar à mão, claro, e é com base nesses dados que a decisão acontece. Numa corrida, é preciso saber quantos quilômetros faltam, qual é o tipo de terreno que segue e qual é a sua colocação, por exemplo. Nos negócios, os indicadores vão desde uma boa visão global da situação financeira até o mapeamento de estoques e vendas por região, por exemplo”, comenta.

Juliano Sant'Ana
Juliano Sant’Ana

Juliano, que pratica o montanhismo, reforça, no entanto, que a decisão precisa ser tomada. “Se avistarmos uma tempestade, como acontece agora ao olhar para 2016, e não tomarmos uma atitude, ela vai nos levar. O timing da decisão precisa estar ainda mais correto e seguir sem um planejamento, acreditando que o problema não vai nos atingir, é o maior dos erros”, diz.

Os consultores listam algumas ações fundamentais para os profissionais que buscam manter os negócios fortalecidos: pesquisa, planejamento preparação, adaptação ao cenário, construção de equipe, busca de recursos, superação de desafios e novas experiências.

Atletas amadores, Roberto e Juliano trazem a vivência da corrida e do montanhismo para o trabalho. “Nós temos o livre arbítrio de escolher e quando estamos em situações complicadas, vemos o quão frustrante é desistir e depois perceber que poderíamos ter ido além. Ao mesmo tempo, aprendemos como estas ações são fundamentais e nos ajudaram a conquistar nossas metas. Nas empresas não é diferente e apenas com muita força de vontade se chega ao topo. O empreendedorismo, antes do sucesso, é um caminho de muito trabalho e persistência”, concluem.

Sobre os consultores

Roberto Vilela é consultor empresarial e atua há 15 anos na Mega Empresarial. Fala sobre negócios e traz as suas experiências com a corrida para o meio empresarial.

Juliano Sant’Ana é o criador da Target Aventura e Treinamento e mostra como as lições do montanhismo também podem ser aplicadas nas corporações. Criaram juntos o workshop Storm, que traz duas palestras pocket e apontam ações para empresas vencerem os desafios em situações extremas.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS