terça-feira, 30 novembro 2021
InícioEducaçãoEscolas de Pomerode (SC) implantam projeto inédito de implantação de compostagem

Escolas de Pomerode (SC) implantam projeto inédito de implantação de compostagem

Depois de uma capacitação aberta a todas as instituições de ensino, 20 unidades públicas e particulares aderiram à implantação do modelo de destinação correta de resíduos orgânicos.

Vinte unidades de ensino de Pomerode (SC) deram mais um passo em direção a sustentabilidade nos últimos meses. Depois das equipes das unidades escolares passarem por uma capacitação sobre as formas de compostagem, elas aderiram ao projeto de implantação, a partir de um diagnóstico que vai apontar qual sistema melhor se adapta à sua realidade. As capacitações estão sendo realizadas pelo Programa Municipal de Educação Ambiental (Promea).

A coordenadora do Grupo Intersetorial de Educação Ambiental (GIEA), Mayra Trierveiler Rego, explica que há um trabalho consolidado sobre a destinação correta dos resíduos recicláveis no município. “Há algum tempo acompanhamos, divulgamos e oferecemos oportunidades de trocas entre os profissionais sobre este assunto. Já fizemos, inclusive, uma vivência na Usina de Triagem para que eles compreendessem o trabalho que acontece depois que os resíduos saem das ruas”, conta. “Decidimos que era o momento de darmos um novo passo, olhando agora para os resíduos orgânicos gerados nas instituições”, acrescenta.

Capacitações atingiram profissionais da escolas de Pomerode (SC) | Foto: divulgação

Em agosto e setembro de 2021 todos os profissionais que atuam nas unidades de ensino foram convidados para uma capacitação, que foi composta por cinco encontros, totalizando 20 horas. Participaram desde os auxiliares de serviços gerais até os diretores, passando pelas cozinheiras da alimentação escolar, zeladores e professores. Depois, as instituições de ensino puderam optar por seguir para o diagnóstico, onde uma equipe terceirizada está realizando estudos para entender qual o melhor modelo para cada espaço.

Mayra explica que a intenção é que, além de destinar corretamente os resíduos, as instituições de ensino ainda possam distribuir o adubo orgânico, que resulta do processo de compostagem, para as famílias.
A expectativa é que já em 2022 as instituições terão a compostagem como prática.

Sobre o Promea Pomerode

O Programa Municipal de Educação Ambiental (Promea) de Pomerode foi instituído a partir da Política Municipal de Educação Ambiental (Lei nº 3088), consolidada em abril de 2020. O programa tem como princípios promover o diálogo e ações coletivas entre as iniciativas pública, privada, terceiro setor e comunidade, além de trabalhar a educação ambiental e despertar a curiosidade sobre o conhecimento em relação ao meio ambiente.

Fazem parte do Promea: Prefeitura Municipal de Pomerode, Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente (Seplan), Secretaria de Saúde (Sesa), Secretaria de Educação e Formação Empreendedora (Sefe), Secretaria de Turismo e Cultura (Setuc), Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Pomerode (Apae), Associação Comercial e Industrial de Pomerode (Acip), Câmara de Diretores Lojistas de Pomerode (CDL Pomerode), Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Pomerode (Asseapo), Bioparque Zoo Pomerode (Fundação Hermann Weege) e Grupo Escoteiro Pomerano.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS