terça-feira, 30 novembro 2021
InícioGeralVídeo: mãe de Antonella descreve como será o acompanhamento e exames pós-Zolgensma

Vídeo: mãe de Antonella descreve como será o acompanhamento e exames pós-Zolgensma

 

 

 

 

Na noite desta sexta-feira (28/02/20), Evelize Cunha Moro divulgou em suas redes sociais um relato dos próximos passos do tratamento de Antonella, sua filha diagnosticada com Atrofia Muscular Espinhal (AME) do tipo 1. A menina de 1 ano e nove meses chegou dos Estados Unidos na terça (25), onde fez a infusão com o medicamento Zolgensma no Rainbow Babies And Children’s Hospital, localizado em Cleveland, no estado de Ohio.

 

 

Ontem (27) a equipe do Laboratório Santa Catarina foi à casa de Antonella recolher amostras para os exames que fazem parte do acompanhamento da evolução do tratamento. Segundo o texto divulgado, a menina foi liberada porque a equipe médica norte-americana considerou seu estado de saúde bom e sem necessidade de continuar internada.

Segundo Evelize, na avaliação deles, seria melhor ela voltar à rotina de fisioterapia que será intensificada para ajudar nos bons resultados da terapia gênica.

Exames para monitorar o fígado

No primeiro mês, os exames serão semanais, depois no segundo, a cada duas semanas. Ontem foram feitos os primeiros e os resultados já vieram com a boa notícia que a alteração nas enzimas do fígado normalizou.

São essas enzimas que devem ser monitoradas, já que a Zolgensma pode causar uma inflamação no órgão. Os exames estão sendo acompanhados tanto pelo neuropediatra da Antonella no Brasil, quando pela médica nos Estados Unidos.

Cirurgia na traqueia

A cirurgia nos granulomas da traqueia identificados pela equipe de otorrinolaringologia do hospital, não foi realizada por uma questão de segurança. Os médicos consultaram o laboratório Avexis (fabricante do Zolgensma) que não recomendaram procedimentos cirúrgicos nestes primeiros meses após o início do tratamento.

Antonella voltou com a recomendação de realizar a cirurgia assim que estiver em condições. Evelize disse que o tratamento no hospital foi fantástico, com muito profissionalismo, empatia, generosidade e gentileza.

Muitas pessoas estranharam que a chegada no Brasil não foi registrada nas redes sociais. Evelize justificou: “Pessoal, a gente não teve tempo de gravar um vídeo antes, porque chegamos cansados de uma viagem longa. Como ficamos todo esse tempo fora, a gente trabalha, e tem que colocar as coisas em ordem. Então peço a paciência de vocês, porque não vivemos de doações, que são todas para a Antonella”.

Você também pode acompanhar as redes sociais de Antonela pelo Instagram e Facebook.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS