segunda-feira, 18 outubro 2021
InícioSaúdeCoronavírusVídeo: Fabrício Wolf recebe alta após 114 dias de internação com Covid-19

Vídeo: Fabrício Wolf recebe alta após 114 dias de internação com Covid-19

O jornalista sofreu uma parada cardíaca, um AVC e passou por sete cirurgias.

Por volta das 19h desta quinta-feira (30/09/21), foram divulgados dois vídeos nas redes sociais do jornalista Fabrício Wolf comunicando que recebeu alta. Na sexta-feira, dia 1° de outubro, ele deixará o Hospital SOS Cardio de Florianópolis. Ele passou 114 dias internado enfrentando a Covid-19 e todas as suas complicações, que incluíram uma parada cardíaca de aproximadamente 20 minutos, um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e sete cirurgias.

Foto: arquivo pessoal

Não foi uma batalha simples, mas felizmente está terminando bem. Segurando a emoção, Fabrício agradeceu a equipe do hospital que chamou de família no período de internação, à esposa pela perseverança, seus familiares e todos que de alguma forma enviaram energias positivas nestes dias tão difíceis.

As boas notícias já começaram no dia 20 de setembro, quando foi transferido da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para um quarto de enfermaria. E desde então, seu quadro de saúde evoluiu permitindo a retirada do respirador, das medicações fortes, para finalmente a tão esperada alta médica.

Fabrício foi internado no início de junho, e em três dias, precisou entrar na UTI já que estava com 80% dos pulmões comprometidos. Durante a internação esse percentual aumentou para 95% e por isso passou a maior parte do tempo sedado e com respirador. O curativo na altura da traqueia está sobre o buraco que serviu para levar o ar diretamente aos pulmões.

Trajetória em Blumenau

O jornalista, poeta, escritor e empreendedor cultural viveu boa parte dos seus 56 anos em Blumenau. Gaúcho de Porto Alegre, morou com a família em Lages e em 1983 veio para o Vale do Itajaí, após seu pai ser convidado para trabalhar como chefe de gabinete do ex-prefeito Dalto dos Reis.

Fabrício sempre atuou em órgãos públicos e se destacou quando coordenou a gerência de assuntos para juventude. Teve participação ativa em eventos musicais e shows valorizando os grupos da região.

Em 1995, organizou o Skol Rock, que entre as atrações trouxe para Blumenau o grupo Mamonas Assassinas. No paço municipal também chegou ao cargo de diretor da equipe de comunicação, atuando nos governo de João Paulo Kleinübing e Napoleão Bernardes.

Na Câmara de Vereadores, foi chefe de jornalismo da TV Legislativa. Em Setembro do ano passado perdeu o pai que estava com 81 anos e lutava contra um câncer linfático. Atuante, de personalidade cativante, organizou com o amigo Cláudio Peixer, a Gincana Cidade de Blumenau.

Também coordenou de forma brilhante a Associação de Imprensa do Médio Vale do Itajaí, trabalhando de forma atuante na união da classe e promovendo excelentes palestras. A prova do quanto todos torcem por ele, foram as cerca de 500 mensagens que recebeu antes do médico orientar a largar o celular e descansar.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS